Volta à raia

0
1470

O Canal de São Sebastião estará novamente tomado por 145 embarcações a partir de hoje (8), quando todas as classes retornarão à disputa a partir de meio-dia. Destaque para a estreia da classe Star, considerada a mais técnica entre as que já integraram os Jogos Olímpicos. Há três anos incluída na Ilhabela Sailing Week, a classe teve como vencedores nas duas primeiras edições velejadores consagrados como Robert Scheidt e Bruno Prada (2013), Lars Grael e Samuel Gonçalves (2014).

A perspectiva para este ano é de que a classe Star apresente duelo acirrado entre brasileiros e argentinos. O tricampeão sul-americano, Ronie Seifert, avaliza a expectativa. “O Torkel (Borgstrom), da Argentina, vem andando forte. Ele tem corrido várias regatas nos Estados Unidos, sempre com resultados relevantes. Eu e o Marcelo estamos meio fora de forma, mas viemos para beliscar”, avisou Ronie, campeão continental com Lars Grael em 2011 e com o atual parceiro, Marcelo Fuchs, em 2012 e 2013.

Fábio Bodra, apontado pelo argentino Julio Labandeira, bicampeão mundial máster, como um dos favoritos, prefere rejeitar essa condição. “Corri o Hemisfério Ocidental em Miami e algumas outras regatas, mas estamos em campanha para o Sul-Americano e o Mundial de Star, ambos em Buenos Aires, em outubro e novembro, respectivamente”, contou Fábio, competindo em dupla recém-formada com Fernando Ilha, irmão do árbitro olímpico Nelson Ilha.

Os barcos da classe HPE 25, também estarão pela primeira vez na raia somando pontos para a Ilhabela Sailing Week. A prova de percurso de sábado (4), rendeu ao Ginga o Troféu Renato Frankenthal, mas não foi válida pelo campeonato. O campeão mundial da classe Finn, Jorge Zarif, fará a estreia nesta classe. “Já velejei com a tripulação do Carioca Fiote, de Laser, um contra o outro e também juntos, de Soto 40. Será uma experiência inédita para mim. Vamos nos divertir”, afirmou Jorginho, campeão em Ilhabela em 2005 com o Áries IV, ao lado do pai, Guga Zarif.

No terceiro dia do Campeonato Brasileiro de C30, o Caballo Loco somou mais uma vitória, a terceira em três regatas, mantendo a liderança com 12 pontos perdidos. O vice-líder Zeus chegou em terceiro e soma 14 pontos, seguido por Loyal CA Technologies, que chegou a 16 após a segunda colocação desta terça-feira. “O Zeus estava poucos metros à nossa frente, mas no último jibe (mudança de posição da vela no popa), ultrapassamos e chegamos em segundo. Foi emocionante”, considerou o tático do Loyal, Mário Sérgio de Jesus.

O palco da Vila recebe hoje os vencedores das regatas que abriram a 42a. Ilhabela Sailing Week no sábado (4). As tripulações mais bem colocadas na Regata Alcatrazes por Boreste e na Toque-Toque serão premiadas a partir das 20h.

Resultados desta terça-feira

C30
1- Caballo Loco (Mauro Dottori) – 12 pontos perdidos (1+1+5+4+1)
2- Zeus (Inácio Vandresen) – 14 pp (3+5+2+1+3)
3- CA Technologies (Marcelo Massa) – 16 pp (2+8+1+3+2)
4- Porsche (Marcos de Oliveira Cesar) – 18 pp (6+2+3+2+5)
5- Barracuda (Humberto Diniz) – 23 pp (5+3+4+5+6)

HPE 30
1- Carioca Jr. (Roberto Martins) – 8 pp (3+3+1+1)
2- Thaiti Nui (Juninho de Jesus) – 8 pp (1+1+3+3)
3- Capatosta (Marcelo Bellotti) – 8 pp (2+2+2+2)

Fotos Marcos Méndez/Sail Station

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.