Volta ao Mundo

0
933

O primeiro barco da edição 2017-18 da Volvo Ocean Race será holandês. O Team AkzoNobel – leva o nome da empresa global de tintas e revestimentos sediada em Amsterdã – terá o local Simeon Tienpont no comando da equipe.

O atleta vai para sua terceira edição da Volta ao Mundo após correr no ABN AMRO TWO em 2005-06 e Team Vestas Wind na temporada anterior. No seu currículo tem também dois títulos da America’s Cup com o Oracle Team USA. “Estou muito honrado e animado para ser o comandante do Team AkzoNobel, mal posso esperar para começar. O nosso foco será no desempenho”, disse.

Conrad Keijzer, integrante do Conselho Executivo da AkzoNobel falou, no evento de lançamento desta terça-feira (5), que a Volvo Ocean Race oferece uma plataforma de storytelling e de construção de marca sem igual. “A empresa pode aumentar as possibilidades de negócios, atrair talentos e criar um sentimento de orgulho e entusiasmo entre os funcionários com a campanha. Simeon é um verdadeiro líder que coloca a segurança e o trabalho em equipe em primeiro lugar”.

Mark Turner, CEO da Volvo Ocean Race, comemorou a entrada holandesa: “É emocionante que o nosso primeiro anúncio da equipe tenha ocorrido agora. O time é apoiado por uma marca global e conta com um comandante que fará a função pela primeira vez. Esses são três grandes pontos positivos para a Volvo Ocean Race”.

Turner continuou: ”A rota para a próxima edição contará com mais ação, mais velocidade, milhas mais difíceis e mais locais de parada, mas será uma regata mais curta – levando a volta ao mundo perto de suas raízes. Ao mesmo tempo vamos melhorar a sua forte ação comercial e excelente plataforma de negócios para os patrocinadores”.

O Team AkzoNobel representa um país com uma conexão especial com a Volvo Ocean Race. Aos todo, três equipes holandesas foram campeãs – 1977-78, 1981-82 e 2005-06. Além disso, o lendário Conny van Rietschoten continua sendo o único comandante na história da regata a ter vencido duas edições consecutivas, e Tienpont, que ganhou o prestigioso troféu Conny van Rietschoten – a maior honraria da vela da Holanda em 2013 – se orgulha em seguir os passos do chamado ‘Flying Dutch’.

“Conny van Rietschoten trouxe o evento, então chamado o Whitbread, para um nível totalmente novo. Ele construiu seu barco em um excelente estaleiro holandês e recrutou atletas profissionais em todo o mundo”, disse o novo comandante.

O anúncio da equipe vem menos de uma semana depois de a Volvo Ocean Race revelar seu novo percurso para a próxima edição do evento. Os barcos devem navegar três vezes mais pelos mares do sul do que na prova passada. A largada será em Alicante, na Espanha, em 2017. Ao todo serão 45 000 milhas náuticas de regata.

Foto Ricardo Pinto / Volvo Ocean Race

 

Assine a revista NÁUTICA: www.shoppingnautica.com.br