Relógio pensado para praticantes de esportes aquáticos traz inspiração náutica

0
445
Foto: Divulgação

A Victorinox traz ao Brasil os modelos de relógios de mergulho I.N.O.X. Professional Diver para atender os praticantes de esportes aquáticos. Com design que chama atenção, sua caixa de aço inoxidável jateada cria um elegante acabamento fosco. De inspiração náutica, a resistente pulseira de sobrevivência Paracord (em azul ou laranja) evoca as cordas de um barco à vela. Além disso, conta com marcadores reflexivos para proporcionar visibilidade extra. Completando as referências náuticas, o ponteiro dos segundos remete à uma regata.

O relógio é apresentado em uma caixa à prova de choque com uma pulseira de borracha, ideal para uso sobre um traje de mergulho. Um bumper transparente protetor com lente de aumento removível para visibilidade embaixo d’água completa o conjunto.

Segurança para praticar esportes aquáticos é fundamental, e esse relógio de mergulho conta com recursos como resistência à água até 200 m, um mostrador luminescente que pode ser lido no escuro, antimagnetismo e resiliência extrema. Cada modelo precisou passar por mais de 100 testes de homologação antes de ser comercializado.

Os relógios I.N.O.X. Professional Diver em pulseira azul ou laranja podem ser encontrados nos pontos de venda da Victorinox pelo Brasil e no e-commerce pelo valor médio de R$ 3 970,00.

Receba notícias de NÁUTICA no WhatsApp. Inscreva-se!

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A nova edição já está disponível nas bancas, no nosso app e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones

Para compartilhar esse conteúdo, por favor use o link da reportagem ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos e vídeos de NÁUTICA estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem nossa autorização (redacao@nautica.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que NÁUTICA faz na qualidade de seu jornalismo.