Velejadores realizam expedição inédita de mais de 600 milhas em alto-mar a bordo de um catamarã de 13 pés

0
2425

Foram dez dias de sufoco, deslumbramento e aprendizado. A bordo de um simples veleiro catamarã de 13 pés — pouco mais do que uma jangada —, sem motor nem a proteção de uma cabine, Felipe Ludovice e Nicola Maniglia percorreram as mais de 600 milhas em alto-mar, num roteiro entre a Paraíba, Fernando de Noronha e o Rio Grande do Norte. Achou muito? Eles não. Por isso, ainda deram um bordo rumo ao Atol das Rocas, distante 80 milhas. E tudo isso pelo simples prazer de realizar uma travessia que poucos ousariam e incentivar os praticantes da modalidade a empreender expedições em alto-mar.

O Andorinha — esse é o nome do barco, uma homenagem carinhosa à pequenina ave marinha —, saiu de Praia Bela, na Paraíba, no início do mês de janeiro, e desembarcou de volta em Maxaranguape, no Rio Grande do Norte, dez dias depois. Uma travessia como essa não poderia deixar de ter seus perrengues, claro, como as questões com o mastro e a perda de parte da bagagem. “Tivemos alguns problemas com o estaiamento. A primeira e a segunda vez que eles arrebentaram, o mastro quase veio abaixo. Ele começou a cair e eu tive de segurar para impedir, enquanto o Nicola fazia os reparos. Para completar, na manhã do terceiro dia de viagem, percebemos que a bolsa do Nicola com todas as roupas e equipamentos pessoais havia caído no mar durante a noite. Nela estavam também a farmácia principal da expedição e o vhf, o que foi um golpe duro para nós, pois dificultou nossa comunicação”, conta Felipe.

Mas o mar também proveu nossos intrépidos aventureiros com as belezas que fazem deste ambiente a paixão de muitos sonhadores. Como na visita de um maravilhoso agulhão-bandeira, um dos peixes mais cobiçados na pesca oceânica, e no avistamento do morro do Pico, o ponto mais alto de Fernando de Noronha, logo nas primeiras horas da manhã do sexto dia. Imagens que ficarão para sempre na memória dos navegadores. Confira a história completa da travessia na edição de Náutica que disponível nas principais bancas e livrarias do país, na loja online e, também, na versão digital.

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A edição deste mês já está disponível nas bancas, no nosso app
e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones