Velejadoras participarão de disputa virtual da Semana Internacional de Vela de Ilhabela

0
204
Foto: Divulgação

Siga o nosso TWITTER e veja a série Dicas Náuticas diariamente.

 A 47ª edição da Semana Internacional de Vela de Ilhabela, que será realizada remotamente de 27 a 30 de julho, promete ter disputas acirradas por meio do simulador Virtual Regatta. As provas terão participações de atletas que fizeram campanhas olímpicas e pan-americanas, como Juliana Duque, Odile Ginaid e Giovanna Prada.

As velejadoras entrarão nas disputas online, que terão 20 regatas virtuais entre eliminatórias, semifinais e final na opção inshore do game. No dia 27 de julho, será feito um briefing técnico e um warm-up (aquecimento) com uma introdução sobre a plataforma.

A capixaba Odile Ginaid é uma das mais assíduas nas comunidades de WhatsApp. A atleta, uma das melhores do país na Laser, elogiou a entrada da categoria online na Semana Internacional de Vela de Ilhabela.

“Já corri várias edições em Ilhabela! E essa inclusão não foi de última hora, já sabíamos que não iria acontecer até pela logística de levar o barco. A surpresa foi a Virtual Regatta e achei uma ótima ideia”.

Odile Ginaid espera uma organização impecável e com muitos participantes. E com um detalhe: sem sofrer com a mudança de tempo. ”A chuva e o frio esse ano não vão incomodar! A comunidade do jogo virtual é bem ativa e animada. Me divirto bastante. O jogo virtual tira a vantagem física que os meninos tem no mundo real e as penalidades são julgadas na hora. O E-sport veio para ficar e tenho certeza que teremos muitos campeonatos nesse formato, mas nada que substitua estar na água. Não vejo a hora de voltar para as regatas”, concluiu a velejadora de Laser.

LEIA TAMBÉM
>> Vem aí o São Paulo Boat Show 2020 em um lugar inédito!
>> Tubarão devora outro em praia de Palm Beach, na Flórida. Assista ao vídeo
>> Novo iate mais rápido do mundo? Barco de 130 pés promete chegar aos 90 nós

A baiana Juliana Duque, medalhista Pan-Americana em Lima 2019 com Rafael Martins na classe Snipe, começou a jogar online o Virtual Regatta no período de pandemia. Sem poder navegar em Salvador (BA), a alternativa foi passar o tempo competindo contra os meninos no simulador.

“Com saudade de velejar, era a única forma de estar mais próximo de uma regata. Acho que é uma saída nesse momento que estamos vivendo”, comentou a Juliana Duque. “Não só meninas como qualquer pessoa, apesar de não ser aficionada pelos games virtuais, joguei bastante na pandemia. Acho que nada substitui o velejo real mas é uma saída para dias em que não se pode sair”.

Giovanna Prada, filha do medalhista olímpico Bruno Prada, também vê como uma boa opção regatas virtuais no momento de pandemia.  Em Ilhabela (SP), a jovem velejadora de RS:X ganha até toques do pai, um multicampeão da modalidade.

“Eu acho legal a ideia! Em momentos como esse é uma boa distração! Eu tentei ensinar meu pai a jogar, mas agora com home office ele não tem muito tempo para ficar treinando”, brincou.

O principal evento da modalidade na América do Sul anunciou a inclusão da categoria online em paralelo a uma série de atividades neste período de pandemia.

Gostou desse artigo? Clique aqui para assinar o nosso serviço de envio de notícias por WhatsApp e receba mais conteúdos.

PUB Marine Express - 02/07/2020