Maior usina solar flutuante da Europa está em construção na Holanda

0
556
Foto: Reprodução

A construção da maior usina solar flutuante fora da China teve início em Zwolle, cidade dos Países Baixos. A conclusão está prevista para março. A Baywa, uma incorporadora de energia renovável da Alemanha, é a responsável pelo ousado empreendimento.

A fazenda solar Bomhofsplas, de 27 megawatts, deve incluir 73 mil painéis solares em um lago de areia, informou a empresa em comunicado. “Nossa capacidade de fornecer fazendas solares flutuantes em tão curto espaço de tempo é uma nova e empolgante oportunidade para a Europa e sua tentativa de zerar o carbono até 2050”, declarou Benedikt Ortmann, diretor global de projetos polares da Baywa.

LEIA TAMBÉM

>>Teste Schaefer 770: uma agradável combinação de conforto, beleza e desempenho
>>Projeto para marina pública no Espírito Santo está em fase final
>>Tethys Yachts se prepara para entregar mais uma lancha de 54 pés

A Baywa já instalou cerca de 30% da usina solar em duas semanas. A empresa disse que as unidades flutuantes são mais fáceis de instalar do que projetos semelhantes em terra e podem produzir mais energia graças ao efeito de resfriamento da água.

Receba notícias de NÁUTICA no WhatsApp. Inscreva-se!

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A nova edição já está disponível nas bancas, no nosso app e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones

Para compartilhar esse conteúdo, por favor use o link da reportagem ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos e vídeos de NÁUTICA estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem nossa autorização (redacao@nautica.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que NÁUTICA faz na qualidade de seu jornalismo.

Teste EVOLVE 360 HT – 27/06/2020