UE

0
1846

A União Europeia (UE), por meio de sua comissária Cecilia Malmström, indicou que os acidentes que ocorrem no Mediterrâneo não são acidentes e sim homicídios. Segundo a representante, a entidade vai reforçar as suas ações contra os traficantes de seres humanos que agenciam viagens em barcos superlotados a partir da África para a Europa.

A Itália é o destino preferido desses imigrantes ilegais devido à proximidade com a Líbia. Nessa semana, mais de 800 pessoas morreram ou desapareceram em naufrágios no Mar Mediterrâneo.

Foto: Marinha da Itália

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.

 

Schaefer 660