Tiago Monteiro é tetracampeão do N.NE de Optimist​​

0
19871

A Flotilha de Optimist do Cabanga Iate Clube de Pernambuco deu um show na disputa do 43º Campeonato Norte-Nordeste de Optimist, que terminou nesta terça-feira (15), em Fortaleza. Na disputa Regional, Tiago Monteiro, 15 anos, escreveu, mais uma vez, seu nome na história da vela e conquistou o quarto título consecutivo da competição. No Feminino, a pernambucana Letícia Lira garantiu o primeiro lugar. Para completar de vez a festa do Cabanga em águas cearenses, Marcelo Gabriel Souza, foi campeão Norte-Nordeste Estreante.

O Norte-Nordeste de Optimist foi a última competição de Tiago Monteiro na classe. Os resultados expressivos da carreira do velejador do Cabanga começaram em 2013, quando o velejador terminou o Campeonato Brasileiro de Optimist na quinta colocação. De lá pra cá, o atleta melhorou cada vez mais seu desempenho. Seu maior feito, sem dúvida alguma, foi ter conquistado em janeiro de 2016 o título geral de Campeão Brasileiro da classe em Jurerê/SC. Até então, nenhum outro pernambucano havia conseguido tal feito. Para completar, ele é o único nordestino a disputar o Mundial de Optimist por três vezes (2014, 2015 e 2016).

No cenário internacional, Tiago também tem seu nome gravado. Em 2015, conquistou a Coupe Internacionale de Optimist, na França, e foi segundo colocado da Semana de Vela de Buenos Aires 2016 (Argentina), este ano. Pelo bom desempenho nas competições, Tiago também garantiu vaga no grupo do TimePE 2016/2017, Programa da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco que tem o objetivo de auxiliar os atletas que são destaque no cenário pernambucano.

Após a disputa do N.NE de Optimist, Tiago Monteiro anunciou que irá correr nas categorias Snipe e Hobie Cat 16.

Em 2015, Tiago Monteiro conquistou o tricampeonato consecutivo no Norte/Nordeste de Optimist. Com o feito, ele se tornou o segundo atleta do Nordeste e o primeiro de Pernambuco a conseguiu vencer três edições do Regional. Com a premiação, o velejador do Cabanga levou para casa, em definitivo, o Troféu Mário Urban, em alusão ao primeiro velejador do Nordeste a conquistar esse mesmo feito, em 1991, 1992 e 1993. A partir da edição 2016, o troféu rotativo passou a se chamar “Troféu Tiago Monteiro”. A insígnia só receberá outro nome quando um novo velejador de optimist conquistar por três vezes consecutivas o Regional da classe.

Na disputa geral, o paulista Nicholas Bernal ficou com o primeiro lugar. O pernambucano Tiago Monteiro ficou na segunda colocação, seguido de Lars Kunath, também de São Paulo.

 

Foto Optibra/Divulgação