Teste NX 340 Sport Coupe: prazer em navegar e desempenho quase esportivo

Com identidade visual única e marcante, lancha destaca-se pelas soluções de espaço no cockpit e pelo desempenho

0
1401

O estaleiro pernambucano NX Boats, confirmado no São Paulo Boat Show 2022 com a exposição de toda sua linha de barcos, não para de gerar bons cascos. A NX 340 Sport Coupe é uma lancha que, junto com o conteúdo, se destaca pela riqueza da embalagem. Ou seja, tem design e acabamento marcantes, mas sem abrir mão da navegabilidade — nem do conforto, como provam as acomodações para até 15 pessoas a bordo nos passeios diurnos, com pernoite para dois casais.

Fundada em 2014, a NX Boats nasceu da paixão de seu jovem proprietário por barcos de lazer — tendo como foco a inovação. Desde a adolescência, Jonas Moura foi fascinado pelo mundo náutico e toda a cultura que o envolve. Assim, a criação de uma marca própria era um caminho natural.

A NX Boats investiu na criação de uma identidade visual única para as lanchas do estaleiro, que fica em Jaboatão dos Guararapes, região metropolitana de Recife, onde ocupa uma novíssima área construída de 12 mil m².

Uma característica do estaleiro é oferecer projetos exclusivos. Assim, apesar de ser feita em série, a NX 340 Sport Coupe pode ser decorada como o comprador quiser

Atualmente, o estaleiro produz, com projetos assinados por Ricardi Yacht Design, oito modelos de lanchas, de 25 a 40 pés, além de uma nova lancha 50 pés — a NX 50 Invictus, lançada no Rio Boat Show 2022.

Além de proteger do sol mais ardente os ocupantes do cockpit, o hard-top do NX 340 Sport Coupe facilita a entrada de luz natural, com seus mais de 2 m de altura

Com vendas distribuídas por boa parte do país, e não apenas no Nordeste, a NX Boats está presente nos principais salões náuticos brasileiros, como o São Paulo Boat Show e o Rio Boat Show. Com isso, a marca vem crescendo e seus produtos estão cada vez mais bem posicionadas no cenário náutico nacional.

São embarcações únicas, construídas com todo cuidado, ao gosto do cliente, e que estão sendo certificadas internacionalmente. O objetivo é ser uma empresa global, made in Brazil.

No NX 340 Sport Coupe, o acesso à proa é feito por uma passagem lateral, a bombordo

“Eu não queria ser apenas mais uma fábrica de barcos. Por isso apostei em quatro pilares que pudessem causar um certo frisson no mercado: design inovador, que chama logo atenção quando você olha para o produto; acabamento, porque não adianta ter um design bacana, se não tiver um acabamento de qualidade; inovação, para surpreender sempre os clientes com algo diferente; e navegabilidade, pois não adianta nenhum dos outros pontos sem ter esse”, detalha Jonas Moura.

Fruto de um invejável feito de engenharia, a NX 340 Sport Coupe leva até 15 pessoas nos passeios diurnos, sendo que quatro podem dormir a bordo com todo conforto. Dá para levar toda a família, os pets e os amigos.

Com opção de motor de popa e centro-rabeta, NX 340 Sport Coupe é uma daycruiser com características de uma lancha quase esportiva. Tem de 10,15 metros de comprimento (33,3 pés), 3,15 m de boca e todos aqueles recursos e possibilidades de conforto que uma lancha de seu porte pode oferecer para quem gosta de navegação, levando a família inteira a bordo.

Com o cockpit muito bem distribuído, o barco foi homologado para 16 pessoas no total. Exagero? Nada disso. Cabe todo mundo, acolhido com conforto. Os sofás (dois grandes, em L), além de bonitos, têm encosto alto, confortáveis para a coluna, agradando em cheio pessoas mais altas. Sob os assentos, sobra espaço para armazenamento. Além disso, na cabeceira do sofá de meia-nau há dois porta-copos/garrafas, duas cristaleiras e um muito bem-vindo frigobar.

O cockpit da NX 340 é bem distribuído. Cabe todo mundo. Os sofás têm encosto alto. A mesa pode ser removida

A mesa de madeira, com dois pilares de inox, pode ser removida, facilitando ainda mais a circulação, que por sinal é muito boa, com bastante espaço livre. Já as janelas laterais imprimem esportividade ao barco.

E ainda tem uma plataforma de popa, um ambiente espaçoso e confortável. Projetada com equilíbrio e planejamento, concentra as entradas de água e de combustível, a tomada de cais e as chaves de iluminação, do motor e de serviços. Sem contar, claro, o obrigatório espaço gourmet, que não adianta disfarçar, todo mundo procura em uma lancha de lazer.

Na popa, o móvel gourmet, com tampo de madeira, tem um espelho de inox

Coberto por uma madeira simplesmente linda, o móvel tem churrasqueira, tábua de corte, pia com água pressurizada, três porta-copos e um grande pega-mão. Um espelho de inox na parte interna da tampa de madeira, além de refletir, atua como item de segurança, pois impede a saída do calor da grelha. A lixeira fica oculta sob uma tampa de inox, também belíssima, uma ótima sacada do estaleiro. Ainda há uma caixa de gelo bem profunda. E para proteger os ocupantes do sol mais ardente, o projetista reservou um encaixe para o ombrelone.

Só isso? Não. A parte de baixo do móvel gourmet pode ser usada para armazenar, de uma só vez, as defensas, uma boia e os produtos de limpeza. E ainda há um paiol (com esgotamento de água) para guardar sapatos. Isso, sim, aproveitamento de espaço.

Estilo moderno e casco cortador de ondas são pontos fortes dessa cabinada da NX Boats, que não para de gerar bons cascos

Para o acesso ao mar, a escada de quatro degraus fica protegida por uma tampa com trava de segurança. Quando a escada se abre, dois braços se armam junto, servindo de apoio para as mãos de quem volta da água. Opcionalmente, apenas para a versão com motor de centro-rabeta, o estaleiro oferece a instalação de uma extensão submergível da plataforma de popa, que se abre e recolhe por meio de um trilho. Um acessório duplamente útil: ajuda no embarque e desembarque e ainda diverte os passeios.

A passagem para a praça de popa é protegida por uma portinha de inox, com trava de segurança. O envolvente hard-top, preso por estilosas targas laterais com mais de dois metros de altura, protege muito bem o cockpit. Chamam atenção as caixas de som instaladas nessa cobertura, voltadas para trás (privilegiando quem está na plataforma de popa) e protegidas do sol e da água. Além desses alto falantes, há encaixes originais de fábricas em outros dois pontos, voltados para o deque.

A cabine esbanja elegância, com o uso de madeira aparente e de inox, na medida certa

A unidade testada por NÁUTICA, nas águas de Balneário Camboriú, estava com a configuração opcional de fechamento completo do cockpit, que permite climatizar essa área, criando um gostoso espaço de convivência, seja no inverno ou no verão, quando entra em ação o ar-condicionado.

O foco do estaleiro em inovação resultou em um projeto bonito, confortável e equilibrado. Produto de ponta no concorrido mercado das lanchas cabinadas na faixa de 34 pés

No posto de comando, há outros bons recursos, como assento duplo rebatível, suporte para os pés e volante que pode ser regulado para qualquer condição de pilotagem. O acelerador está em uma posição muito confortável. O painel tem espaço para dois eletrônicos, e todos os botões são identificados por escrito, e não apenas por ícones, o que facilita a leitura. Embaixo do assento foram instalados dois extintores de incêndio, em local acessível e de fácil visualização. E ainda há um porta-copos e um bom lugar para guardar objetos de uso pessoal (o popular porta-trecos), com tomada 12 volts. Porém, no modelo avaliado, não havia uma entrada USB para carregar o celular.

O posto de comando está repleto de bons recursos

O acesso à proa é prático, por meio de uma passagem a bombordo, com a abertura parcial do para-brisa. Com formato em trapézio, o espaço na proa é amplo e ocupa praticamente toda a boca do barco que é de 3,15 metros, o que facilita as manobras de ancoragem, além de oferecer espaço para banhos de sol em um solário com encosto reclinado para três pessoas e porta-copos nas laterais. O guincho de âncora, com travas de segurança de inox, tem comando duplo (no painel e na proa), facilitando o manejo da corrente. Tudo muito prático.

Para o acesso à cabine, o projetista optou pela instalação de uma porta de correr (que contribui para economia de espaço), com travas tanto para ficar aberta quanto para permanecer fechada. A escada vem de fábrica com degraus antiderrapantes e base de inox. A altura, na entrada, é de 1,92 m, e depois diminui em direção ao camarote de proa. A cama, com tv na cabeceira, é espaçosa para um casal e pode ser convertida em uma área de refeição, com uma mesa no centro.

Na entrada da cabine, a porta de correr contribui para a otimização do espaço. A cozinha se integra ao projeto sem tirar a fluidez do ambiente

A cozinha (uma dinete) — que se integrada ao projeto sem tirar a fluidez do ambiente — tem pia pressurizada, armários, gavetas, micro-ondas e um frigobar de 46 litros. Já o camarote de meia-nau tem uma segunda cama de casal tamanho king size, atrás da escada, e uma boa quantidade de armários e gavetas, sem nenhum aperto, embora a altura não seja generosa, o que é comum nesse tipo de lancha.

O banheiro, de 1,85 m de altura (dá para tomar banho e trocar de roupa em pé) tem a configuração tradicional, com uma pia com água pressurizada, vaso, uma vigia para ventilação e box com chuveiro e um banquinho.

O banheiro tem 1,85 m de altura

Por sua vez, o acesso à casa das máquinas se dá por uma abertura no centro do cockpit. A altura não é generosa, mas o espaço é grande e adequado, com isolamento térmico e acústico e distribuição equilibrada do peso dos motores, tanques (que são transparentes, permitindo a leitura visual do nível de combustível), baterias e gerador (item opcional).

A unidade testada por NÁUTICA estava equipada com dois motores de centro-rabeta a gasolina de 250 hp cada com rabetas Bravo 3. Esta configuração resultou em um ótimo desempenho, principalmente na aceleração, com um consumo razoável de combustível. Uma parelha a diesel também seria bem-vinda, com maior economia por milha navegada, mas esse tipo de motorização exige um investimento bem maior no barco.

A proa, com formato em trapézio, é um convite aos banhos de sol

Por isso, o estaleiro segue rigorosamente todas as normas de segurança, com certificações nacionais e internacionais. O resultado não poderia ser mais favorável. Apenas no lançamento, durante o São Paulo Boat Show 2020, foram vendidas oito unidades da NX 340 Sport Coupe. Um grande sucesso. E que se repetiu no recente São Paulo Boat Show, com a soma de mais 11 unidades vendidas. Ao todo, segundo dados do estaleiro, já são 44 unidades navegando até o fechamento da edição.

Navegação da NX 340 Sport Coupe

Para avaliar o desempenho da NX 340 Sport Coupe, navegamos nas águas do litoral de Santa Catarina entre Itajaí e Balneário Camboriú, em um dia de mar encrespado e com ventos de média intensidade. A bordo, havia três pessoas, 270 litros de gasolina e 150 litros de água. A lancha estava equipada com dois motores de centro-rabeta a gasolina, de 250 hp cada, que — acionados os manetes — entregaram uma performance quase esportiva, com excitantes 37,1 nós de máxima, a 4.900 rpm.

Irretocável, NX 340 Sport Coupe desfila em Balneário Camboriú

A velocidade de cruzeiro rápido, 30,9 nós, a 4 500 giros, também foi muito interessante. Sem falar na aceleração de 0 a 20 nós, cumprida em menos de 10 segundos. Quer dizer, o apelo esportivo das linhas do barco não se resume às suas linhas: pode-se dizer o mesmo em relação à sua performance na água. Os 500 hp na popa, sem dúvida, são mais que suficientes.

As rápidas respostas da NX 340 Sport Coupe com essa motorização resultaram em uma pilotagem ágil e divertida, com o casco — de formato largo e escalonado na proa — apresentando muita estabilidade, permitindo navegar com suavidade e fazer curvas sem inclinar muito. Mesmo na hora das manobras fechadas (curvas abusadas, só feitas em teste mesmo, para mostrar o potencial do barco), a lancha se manteve estável, transmitindo segurança para o condutor.

Submetida a curvas abusadas, para mostrar o potencial do casco, a lancha se manteve sempre estável

Além disso, nas condições enfrentadas no teste, a lancha se manteve o tempo todo sequinha, quase sem borrifos ou respingos de água do mar, dando sensação de conforto aos ocupantes. Por sua vez, o consumo na velocidade de cruzeiro econômico (22,2 nós, a 3 500 giros) ficou na casa dos 75 litros por hora, o que resulta em uma autonomia de 118,93 milhas.

Em resumo, tanto para os passageiros quanto (e especialmente) para o piloto que vos escreve, foi uma experiência excitante navegar na NX 340 Sport Coupe com uma motorização poderosa como essa.

Saiba tudo sobre a NX 340 Sport Coupe

Pontos altos

  • Cockpit espaçoso
  • Estabilidade do casco
  • Navegação rápida e empolgante

Pontos baixos

  • Falta gaiuta no camarote de proa
  • Altura da casa de máquinas
  • Falta uma tomada USB no painel

Características técnicas

Comprimento máximo: 10,15 m (33,3 pés)
Boca: 3,15 m
Calado: 0,50 m
Combustível: 450 litros
Água: 150 litros
Capacidade (dia): 15 pessoas
Capacidade (noite): 4 pessoas
Altura na cabine: 1,92 m
Altura no banheiro: 1,85 m
Motorização: popa e centro-rabeta
Potência: 1 x 380 hp a 2 x 250 hp

Detalhes da Navegação

Com dois motores Mercruiser a gasolina, de 250 hp cada, a performance foi quase esportiva, com 37,1 nós de máxima, a 4.900 rpm. Já na velocidade de cruzeiro econômico (22,2 nós, a 3.500 giros), o consumo ficou na casa dos 75 litros, o que resulta em uma autonomia de 118,93 milhas.

Quanto custa a NX 340 Sport Coupe?

A partir de R$ 900 mil, com dois motores de centro-rabeta gasolina de 250 hp cada. Preço pesquisado em julho/2022. Para saber mais sobre o modelo testado, acesse o site oficial da NX Boats.

Reportagem: Fred Paim
Edição de texto:
 Gilberto Ungaretti
Edição de vídeo: Luiz Becherini
Fotos: Victor Oliveira e Divulgação

SP Boat Show 22 - Arroba2