#tbt: Phantom 303, a rainha das lanchas de 30 pés no Brasil

0
551

Poucas lanchas têm uma trajetória tão rica como esta 30 pés da Schaefer Yachts, boa de mar e de mercado. Campeã de vendas em sua categoria, com mais de 1 600 unidades na água — somados os negócios com suas antecessoras, a Phantom 290, lançada em 2001, e a Phantom 300 (geração 2), que chegou ao mercado em 2009, usando o mesmo casco, mas com alterações na altura da cabine e acréscimo na plataforma de popa —, a Phantom 303 (o 3 é de terceira geração) segue sendo a rainha, a lancha de 30 pés com maior número de registro na Marinha.

Hoje, qualquer lancha de passeio que se preze no Brasil tem um cockpit com configuração própria para um país de clima quente. Mas nem sempre foi assim. A fórmula mágica, que inclui banco duplo para o piloto, espreguiçadeira ou divã ao lado, assentos para uma dezena de pessoas e acesso direto ao cockpit através de uma passagem própria, nasceu com a Phantom 290.

A 303, sua admirável sucessora, lançada inicialmente para atender à demanda no mercado norte-americano, mantém essas mesmas características, junto com a silhueta do casco definida por grandes para-brisas laterais — que dão continuidade a uma curva desde a alheta, junto à plataforma de popa — e com a qualidade de construção acima da média nacional.