Sunrise

0
936

Depois de ficar mais de seis meses preso na Rússia, o navio Artic Sunrise, de propriedade do Greenpeace, está de volta à Holanda. A embarcação será restaurada por causa dos danos. Em 2013, 30 tripulantes do Artic Sunrise, entre eles a bióloga brasileira Ana Paula Maciel,  foram detidos em águas do Ártico pela guarda-costeira russa, quando tentavam subir na plataforma ‘Prirazlomnaya’, da Gazprom, em forma de protesto. A ação causou tensões diplomáticas entre Rússia e Holanda. Em novembro, o tribunal ordenou que a Rússia libertasse o navio do Greenpeace e seus tripulantes assim que a Holanda pagasse uma fiança.

Foto: Divulgação

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.