Coreia do Sul planeja construir submarino nuclear de 4 mil toneladas

0
750

Siga nosso TWITTER e veja a série Dicas Náuticas diariamente: @revista_nautica

A Coreia do Sul planeja construir um submarino nuclear de 4 mil toneladas e uma “cúpula de ferro” (sistema de defesa aérea) na área da capital, que pode evitar ataques de artilharia de longo alcance da Coreia do Norte.

O Ministério da Defesa divulgou seus planos de médio prazo, que prometem para os militares nos próximos cinco anos, o orçamento de defesa previsto para exceder 300,7 trilhões de won (aproximadamente R$ 13,6 bilhões).

O submarino de 4 mil toneladas, será armado com mísseis balísticos (semelhante ao Iron Dome, de Israel) e alimentado por um reator nuclear. Os primeiros seis submarinos usarão métodos de propulsão convencionais – motor diesel e células de combustível -, o tipo de propulsão para submarinos. Isso pode exigir uma revisão do pacto nuclear com os EUA, que proíbe a Coreia do Sul de usar energia nuclear para fins militares. Sendo que Washington e Seul concordaram recentemente que a Coreia do Sul poderia revisar as diretrizes de mísseis que permitiriam o uso de foguetes espaciais de combustível sólido para lançar satélites militares.

 

Leia Mais 

>> Governo aprova projeto de nova marina com mais de 200 vagas na Grécia. Confira
>> Proprietários de lanchas realizam passeata náutica em apoio a Trump nos Estados Unidos
>> Lancha movida a eletricidade e hidrogênio será apresentada em Cannes

A Coreia do Sul também é considerada capaz de atender a todas as condições tecnológicas para desenvolver submarinos nucleares graças ao seu projeto de submarino de classe mundial e tecnologias de construção comparáveis ​​às da Alemanha. Assim que a decisão for tomada, os submarinos nucleares semelhantes ao submarino francês da classe Barracuda podem ser desenvolvidos e implantados em seis a sete anos. “Uma vez obtido o apoio dos Estados Unidos para a coleta de urânio pouco enriquecido para a construção de submarinos nucleares, o processo de desenvolvimento pode ser feito com uma brisa”, disse uma fonte militar.

Por Amanda Ligorio, sob supervisão da jornalista Maristella Pereira

Gostou desse artigo? Clique aqui para assinar o nosso serviço de envio de notícias por WhatsApp e receba mais conteúdos

PUB Marine Express - 02/07/2020