Simpósio Internacional discute Economia Azul em Florianópolis

0
432

O II Simpósio Internacional Economia Azul, realizado na última terça-feira, dia 4, em formato on-line e transmitido ao vivo, em Florianópolis, teve como tema “A Importância do Turismo Náutico, da Cultura Marítima e da Segurança do Mar” e reuniu um grande grupo de doutores da economia mundial do mar.

Inscreva-se no canal de NÁUTICA no YouTube e ATIVE as notificações

Da Itália, Cristiana Pagni, presidente do Italian Blue Growth e organizadora do evento Seafuture – convenção de negócios para as tecnologias de uso marítimo – juntamente com Laura Parducci, gerente de Projetos da Câmara de Comércio Rivviere di Liguria e gerente de Projetos da Seafuture, falaram sobre a importância da Economia do Mar para a Itália, um dos berços da náutica mundial. Elas apresentaram a próxima Seafuture, em setembro de 2021, na Itália – uma grande oportunidade de negócios.

Falando da Espanha, o Gran Mestre da Confraria Europeia de Vela, Francisco Quiroga, apresentou a entidade e falou sobre o trabalho de difusão da Cultura Marítima. A Confraria esta sendo considerada à ONU da náutica, principalmente pelo poder intelectual de seus Confrades, advindos de mais de 35 países.

Também da Espanha, Manuel Soliño Bermudez, presidente da AGAN – Associação Galega das Atividades Náuticas, trouxe um belíssimo conteúdo voltado à importância do turismo náutico explicando o que pode ser feito para fortalecer ainda mais este setor.

Diretamente de Portugal, o almirante chefe do Estado Maior Geral das Forças Armadas do país e professor universitário de Estratégia, Antonio Silva Ribeiro, falou sobre a Segurança Marítima, envolvendo pirataria e os diversos problemas e soluções frente a este complexo tema que afeta os oceanos.

Em seguida, o especialista em Economia do Mar Global, Miguel Marques, líder do projeto Global Blue Info, debateu sobre a revolução da cultura marítima provocada pelo turismo, enfatizando ainda que “não há turismo sem segurança” e que a construção deste setor deve ser feita conjuntamente entre ambos os setores.

Dos Brasil, Leandro ‘Mané’ Ferrari, especialista náutico e presidente e um dos fundadores da ACATMAR – Associação Náutica Brasileira, mostrou exemplos mundiais sobre o quanto o turismo náutico pode ser um aliado das demais cadeias produtivas como grande gerador econômico.

Leia também

» Jogador de futebol americano Tom Brady compra lancha de US$ 6 mi

» 50ª edição do Newport International Boat Show tem data para acontecer nos EUA

» Lagoa Vermelha de Saquarema tem as águas mais salgadas do Rio e é comparada ao Mar Morto

O evento teve recorde de inscritos e foi acompanhado durante três horas por 410 pessoas de vários lugares do planeta.

O Simpósio teve como foco os profissionais do trade turístico, dirigentes de entidades representativas, do setor pesqueiro e de portos; entidades representativas da indústria, do comércio e do turismo; gestores públicos, empresários, entidades ligadas à sustentabilidade ambiental e preservação do ecossistema marítimo; professores e acadêmicos e membros da Marinha e das federações de vela e motor, além de atletas, estudantes e amantes do mar.

O evento foi mediado pela apresentadora do programa Mundo Mar, Michele Castilho e Mauricio Ventura, ambos diretores da ACATMAR .

A promoção e a realização foi do Programa Mundo Mar do Brasil, correalizado pela ACATMAR e pela Confraria Europeia de Vela.

Dois próximos eventos já estão programados para este ano, no mesmo formato, abrangendo os seguintes temas:

–  Pesca e aquicultura – a transformação e distribuição do pescado, a indústria das conservas, a alimentação, a saúde e bem-estar, a gastronomia eo turismo. Será em 7 de setembro de 2021.

–  Projeto Limpeza dos Mares – a proteção dos oceanos, em 4 de novembro de 2021.

Inscrições e mais informações podem ser realizadas por meio do site do simpósio.

Não perca nada! Clique aqui para receber notícias do mundo náutico no seu WhatsApp.

Kapazi