Segurança

0
1559

O Centro de Embarcações do Comando Militar da Amazônia (CECMA) já está usando a lancha batizada de Carioca, embarcação de emprego tático desenvolvida pelo estaleiro brasileiro DGS Defence, na formação de novos navegadores fluviais para a Amazônia brasileira. A região tem 22 mil quilômetros de rios navegáveis e enfrenta problemas como contrabando e tráfico de droga.

A Carioca é uma embarcação tubular rígida híbrida fabricada com exclusividade para o Exército brasileiro. Atualmente, está sendo operada pela Divisão de Instrução de Embarcações do CECMA.

Possui motor turbo-diesel-intercooler, de seis cilindros e potência de 315 hp, acoplado a um propulsor hidrojato de alto empuxo, que permite navegar em regiões com baixa profundidade. Tem autonomia de mais de 400 quilômetros, transporta três tripulantes e seis passageiros e está equipada com uma metralhadora MAG.

Além de potente o barco, feito com tecnologia termoplástica híbrida, é muito seguro pois não afunda, não pega fogo, é de fácil operação e tem baixo custo de manutenção.

Foto: Divulgação / Informações: assessoria de imprensa

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.