Empresas se unem para criar robô capaz de identificar e recuperar resíduos plásticos marinhos

0
271
razer clearbot

A Razer, marca norte-americana de eletrônicos e acessórios gamer, anunciou recentemente uma parceria com a startup de limpeza de resíduos marinhos ClearBot, de Hong Kong.

A colaboração é mais um dos passos do plano de sustentabilidade da companhia para os próximos 10 anos, que já tem feito uma série de investimentos “verdes” em apoio a jovens empresas focadas no meio ambiente.

Inscreva-se no canal de NÁUTICA no YouTube e ATIVE as notificações

O objetivo é simples: aperfeiçoar um robô, capaz de identificar resíduos plásticos marinhos e recuperá-los para o descarte adequado — ou, resumindo, usar inteligência artificial ativa na limpeza dos oceanos.

O que primeiramente motivou a parceria foi a dificuldade que organizações que trabalham pela limpeza dos oceanos frequentemente enfrentam, com tecnologias ultrapassadas, altos custos e baixa eficiência.

Ao todo, aproximadamente 11 milhões de toneladas de plástico chegam aos oceanos a cada ano – número que pode triplicar nos próximos 20 anos, o que deixaria um acúmulo de 600 milhões de toneladas à deriva nos oceanos até 2040, segundo estudo feito pelo Pew Charitable Trusts, um instituto de pesquisas independente.

Para driblar esses obstáculos, a ClearBot projeta robôs que utilizam IA (inteligência artificial) para identificar diferentes tipos de resíduos plásticos marinhos e coletar informações sobre esses poluentes nos oceanos para proteger a vida aquática.

As máquinas são programadas para recuperar estes resíduos, que posteriormente podem ser descartados de forma responsável.

Leia também

» Marinha alerta para ventos fortes e ondas entre o Sul e o Sudeste

» Nova Zelândia é exemplo de turismo consciente e preservação. Conheça 

» Mergulhador é abocanhado por baleia nos Estados Unidos e sobrevive sem grandes lesões

razer clearbot

“Estamos extremamente felizes com a oportunidade de trabalhar com uma startup focada em salvar o meio ambiente. A ClearBot tem uma IA única e tecnologia avançada que permitirão e capacitarão governos e organizações de todo o mundo a ampliarem seus esforços de sustentabilidade”, afirma Patricia Liu, diretora da Razer.

Pela parceria, os principais engenheiros e designers da Razer se voluntariaram para ajudar a transformar um protótipo em um produto que possa ser produzido em escala e comercializado em massa.

O resultado foi a evolução do robô da ClearBot para um modelo mais inteligente e eficiente, totalmente automatizado e equipado com recursos de ponta de IA e machine learning.

Com os novos atributos, o equipamento será capaz de detectar plásticos marinhos em até dois metros de distância, mesmo em águas agitadas, e coletar até 250 kg de plásticos em apenas um ciclo, funcionando com energia solar.

“Com o novo modelo de robô, estamos confiantes em ampliar nosso alcance globalmente a fim de proteger as águas marinhas, começando com parceiros como os operadores de portos marítimos na Ásia e ONGs que já manifestaram interesse no projeto. Junto com a Razer, esperamos realizar mudanças positivas para o mundo”, diz Sidhant Gupta, CEO da ClearBot.

E a líder de tecnologia gamer continua na busca por novos investimentos sustentáveis: “Pedimos a outras startups inovadoras que procurem a Razer em busca de oportunidades de colaboração enquanto nos empenhamos para tornar o mundo um lugar mais seguro para as gerações futuras”, finaliza Patricia.

Por Naíza Ximenes, sob supervisão da jornalista Maristella Pereira.

Não perca nada! Clique aqui para receber notícias do mundo náutico no seu WhatsApp.

Kapazi