Em dois anos, Rio Pinheiros estará pronto para receber barcos, garantem secretários

0
935

São Paulo Boat Show AO VIVO: inscreva-se no canal de NÁUTICA no YouTube e ATIVE as notificações: bit.ly/2xECsLE

Durante o primeiro dia do São Paulo Boat Show 2020, o presidente do Grupo Náutica, Ernani Paciornik, propôs ao secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido, e ao secretário de Turismo do estado de São Paulo, Vinicius Lummertz, um debate sobre a despoluição das águas do Rio Pinheiros.

O objetivo era saber em que pé andam as promessas do governador João Dória de entregar o Pinheiros até dezembro de 2022, para ser explorado turisticamente e como meio de transporte público e de lazer.

O encontro aconteceu no estúdio flutuante instalado na Raia Olímpica da USP, com mediação da jornalista Millena Machado. Durante a transmissão, barcos de todos os tipos e pranchas circundavam a sala envidraçada, num cenário de cidade náutica americana ou europeia.

As revelações soaram como música para os nossos ouvidos. E música das boas. De acordo com Marcos Penido, as obras de recuperação dos 25 quilômetros de extensão do rio Pinheiros e de suas margens estão sendo tocadas em ritmo acelerado, dentro do cronograma inicial, com todos os cuidados com os trabalhadores encarregados de sua execução em tempos de Covid-19.

“Já passamos pelas fases de planejamento e elaboração de projetos e pela fase de contratação das obras. Nesse momento, estamos na fase de execução, já com todos os contratos dos 16 coletores troncos que levarão o esgoto para tratamento nas unidades recuperação de qualidade da água contratados”, diz o secretário, referindo-se às obras de infraestrutura. “Isso significa que estamos perto de transformar o sonho de despoluir o Pinheiro em realidade”, garantiu Marcos Penido.

Até aqui, segundo ele, já foi retirado o equivalente a mais de 34 mil caminhões de sedimentos, o maior desassoreamento da história do Pinheiros. “Sem contar as seis mil toneladas de lixo que retiramos apenas no último trimestre. E não se trata de sedimentos, mas de pneus, garrafas pet, pedaços de roupa, pedaços de madeira, móveis etc., o que reflete o descaso com que tratamos os nossos rios”, acrescentou o secretário da Infraestrutura e Meio Ambiente.

Leia também

» Confira o guia completo de atrações do São Paulo Boat Show 2020

» Começou o São Paulo Boats Show 2020. Vamos navegar!

» NÁUTICA transmitirá ao vivo o São Paulo Boat Show 2020 em um moderno estúdio flutuante

A revitalização do rio prevê também o plantio de 30 mil mudas de árvores em 13 quilômetros de suas margens. “Estamos investindo cerca de R$ 2 bilhões, gerando 4 200 empregos, sendo 2 300 empregos diretos”.

Por sua vez, o secretário Vinicius Lummertz apresentou imagens de famosos rios do mundo que foram despoluídos, depois de terem sido apontados como mortos, como o Tâmisa, em Londres, e o Sena, em Paris. “É assim que o Pinheiros vai ficar. E, ao fazer isso, o turismo vai ser o grande beneficiário. Vamos resgatar o meio ambiente, promover qualidade de vida e reequipar espaços de cultura e lazer. Tudo vai mudar”, garantiu.

A expectativa é de que 3,3 milhões de pessoas sejam diretamente beneficiadas pela despoluição do Pinheiros. “E a cidade de São Paulo vai ser descoberta pelo turista internacional”, destacou o Vinicius Lummertz.

O projeto prevê a instalação de estações de embarque e desembarque a cada quilômetro do Rio Pinheiros. Para isso, o governador pretende construir um ponto turístico na Usina São Paulo (antiga Usina de Traição), com tela de cinema, exposições de arte, bares e restaurantes. “Será o desabrochar de São Paulo para uma nova realidade”, acredita o secretário Marcos Penido.

Pelo lado da navegação, Ernani Paciornik afirmou que sempre acreditou na possibilidade de São Paulo usar seus rios como opção de transporte, lembrando as ações promovidas pelo São Paulo Boat Show nos últimos anos, dentro projeto “Por uma Cidade Navegável”. Segundo ele, o transporte fluvial será uma ótima solução para desafogar as avenidas Marginais de São Paulo e melhorar o trânsito, além de oferecer uma nova possibilidade de lazer ao paulistano.

A despoluição do Pinheiro será também um importante gerador de recursos para a indústria náutica, com o aumento da demanda por barcos. Porém, para que isso aconteça, será necessário que os autores do projeto não se esqueçam da infraestrutura, com a oferta de rampas de acesso para os donos de barcos e construção de marinas. “Sem infraestrutura, o setor náutico não tem como se desenvolver”, alertou Ernani. “Fique tranquilo”, respondeu o secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente. “Estamos com apenas 14% do trabalho realizado. Imagine com 100%”.

São Paulo Boat Show 2020

Quando? De 19 a 24 de novembro
Dias de semana das 15h às 22h
Finais de semana das 13h às 22h
Onde? Raia Olímpica Universidade de São Paulo
Mais informações: www.saopauloboatshow.com.br

Gostou desse artigo? Clique aqui para receber o nosso serviço de envio de notícias por WhatsApp e leia mais conteúdos.

Evino