O melhor momento para fazer revisões no barco é agora! Veja

0
179
manutencao

Se o seu barco está parado, mas você pretende usá-lo em pouco tempo, não espere mais para fazer a revisão: o perigo é maior do que você imagina.

Caso o seu barco tenha ficado mais parado do que navegando, ou se você pretende usá-lo pra valer nas próximas férias, aceite a nossa sugestão: não espere a semana da sua viagem chegar para fazer aquela completa e necessária revisão.

Inscreva-se no canal de NÁUTICA no YouTube e ATIVE as notificações

Ao contrário, o momento certo para isso é pouco antes das altas temporadas, quando existe disponibilidade de mão de obra tanto nas marinas quanto nas oficinas náuticas. Assim sendo, o que levaria um mês ou mais de reparos durante as épocas de maior procura, pode ser resolvido em apenas uma ou duas semanas, se feito antes.

Além do mais, se deixar para levar o barco aos mecânicos só às vésperas das férias, você, além de correr o risco de ficar na mão, certamente pagará mais caro pelos mesmos serviços, porque as oficinas náuticas costumam ficar lotadas nesses períodos e, como não precisam de novos clientes, podem cobrar mais, pelo “custo da demanda”.

Ou seja, a antecipação da revisão implica também em alívio para o bolso.
Além disso, com a manutenção antecipada, é possível programar direitinho o prazo no qual o barco ficará parado, sem prejudicar seus passeios futuros nem correr o risco de perder as férias de verão.

Como um bônus, você ainda consegue fazer tudo com calma, o que também representa fazer benfeito. E o melhor: sobra tempo para (se for o caso) pesquisar melhor a compra de peças, especialmente se elas forem importadas, o que demanda mais tempo para os consertos.

manutencao

Leia também

» Você sabe como escolher o cabo certo para a sua embarcação?

» Atente-se aos cunhos, eles são muito mais importantes que aparentam

» O que fazer se o motor do barco estiver poluindo mais que gerando desempenho?

Também os preços da mão de obra são bem melhores nesta época do ano, quando o movimento não é grande. Já a partir de novembro, por exemplo, o prazo pedido pelas oficinas de serviços náuticos é quase sempre bem maior do que a ansiedade dos donos de barcos em voltar a usá-los.

Portanto, para não ficar a ver navios (da terra) em pleno mês de férias, comece a se mexer desde já. Não, não é tão cedo quanto parece.

O que você precisa fazer?

A manutenção mais frequente nos barcos que pouco navegam:

  • No caso de lanchas que ficam em vagas secas, ou seja, em galpões fora d’água, o mais importante é cuidar do motor. Dependendo do número de horas de uso dele, pode ser necessária uma simples revisão (troca de óleo e filtros) ou uma bem mais complexa, com limpeza e até troca dos bicos injetores.

  • A parte elétrica também merece especial atenção. Verifique luzes de navegação, bombas e acionamentos automáticos de porão, quadro de interruptores e fusíveis. Se tiver guincho a bordo, cheque o seu funcionamento.

  • Convém lubrificar todos os cabos de comando do volante e do motor, porque barco parado emperra rápido.

  • No caso de motores a diesel, é bastante conveniente mandar limpar também o tanque de combustível, porque o diesel marítimo comum costuma formar uma espécie de “borra” interna no tanque, após mais de dois meses parado.

  • Veleiros exigem ainda mais manutenção, especialmente nos estaiamentos do mastro, nas catracas (que devem ser desmontadas e lubrificadas) e nas ferragens, que se tiverem danos, devem ser substituídas logo.

  • Se o barco tiver banheiro e/ou motor de centro, confira o estado das válvulas do fundo do casco, bem como as mangueiras, abraçadeiras e os respiros do tanque de combustível.

  • É hora também de tirar eventuais trincas no casco e de um polimento geral no gelcoat.

  • No caso de barcos que ficam na água, será preciso limpar e pintar o fundo do casco. Além disso, aproveite para fazer a troca dos anodos de sacrifício do motor e verificar se há empeno nos eixos ou danos nos hélices.

Não perca nada! Clique aqui para receber notícias do mundo náutico no seu WhatsApp.

Hindy - Rifaina