Austrália permite navegação de recreio sob critérios de distanciamento físico

0
465
Foto: Shutterstock

A Associação de Indústria Náutica (BIA) da Austrália comemora nesta semana o relaxamento das restrições sobre passeios de barco em Nova Gales do Sul, após sinais encorajadores de contenção da Covid-19. Agora, passeios de barco de recreio são permitidos sob critérios de distanciamento físico em toda a Austrália.

A BIA trabalhou duro para apoiar o alívio das restrições, com membros da mesma casa agora autorizados a usar sua embarcação de recreio para todas as atividades na água, mesmo que a embarcação não permita 4m² de espaço por pessoa.

Embarcações comerciais e charter podem operar, mas devem garantir que operam com as restrições associadas à sua categoria de negócios e com os requisitos de distanciamento social exigidos.

“Pessoas que não são da mesma casa também podem andar de barco recreativo, mas devem manter uma distância física de 1,5 m dos outros, como é razoavelmente possível”, disse o presidente da BIA, Darren Vaux.

LEIA TAMBÉM
>> NÁUTICA Live #2: quais os impactos do COVID-19 no setor de marinas e iates clubes?>> Posso ou não navegar? Autoridades apontam soluções durante NÁUTICA Live
>> Azimut Yachts apresenta versão 2020/2021 de iate de 83 pés

“Está provado que o esporte de barco em todas as suas formas é bom tanto para a saúde mental quanto física e é uma atividade de baixo risco que pode ser desfrutada ao mesmo tempo em que se adere às regras físicas de distanciamento e higiene”, relatou Vaux.

“Com mais de 20% de todos os australianos envolvidos em alguma forma de atividade náutica anualmente, sair na água é um modo de vida para muitos australianos e uma parte importante da recuperação social, física, mental e econômica da COVID-19″, complementou.

“A reativação da navegação também começará a reparar o setor de barcos, que está estreitamente alinhado ao turismo, e está sofrendo com demissões de funcionários e fechamento de negócios como resultado da pandemia”, acrescentou ele.

Gostou desse artigo? Clique aqui para assinar o nosso serviço de envio de notícias por WhatsApp e receba mais conteúdos.

FS Yachts