Conheça a regata volta ao mundo em que os competidores fazem o próprio veleiro em casa

0
3354

Australiano cria regata volta ao mundo em que os competidores devem construir o próprio veleiro. E o melhor: dá para fazer no quintal de casa

Volta ao mundo, eu? Sim, você que tem espírito aventureiro. E participando de uma regata com velejadores pouco experientes. Mais que isso: competindo a bordo de um pequeno veleiro construído com suas próprias mãos!

Pode parecer insano, mas essa é a proposta do australiano Don McIntyre, que está organizando uma circum-navegação com barcos de 5,8 metros de madeira compensada da Classe Mini 5.80: a Mini Globo Race 2024, que será disputada em seis etapas e um total de 26 400 milhas, com largada em um porto europeu ainda a ser definido rumo a oeste (com passagem pelo Canal do Panamá).

A proposta é essa mesmo: construa um veleiro com suas próprias mãos e participe de uma regata mundial. Para isso, McIntyre lançou o One Design ClassMini 5.80, um kit com instruções de como dar forma ao barco, direcionado a velejadores de qualquer idade e diferentes níveis de experiência, que sonham fazer uma travessia oceânica. Para obter os planos de construção, tudo o que você precisa fazer é pagar € 300, além do valor da compra da matéria-prima.

“Em apenas alguns meses trabalhando em uma garagem ou jardim, o veleiro pode estar pronto para navegar”, afirma o velejador australiano. “O mastro pode ser dividido em duas partes, e não é difícil remover e colocar a quilha e o leme”, garante.

A primeira unidade da nova classe está atualmente em construção na Polônia e deve estar pronta para navegar no final de junho. Na descrição de seus criadores, o Mini 5.80 será um monotipo “divertido, acessível e seguro”. Seu pequeno porte permite que seja transportado em um reboque com um carro da família.

Antes dessa circum-navegação, McIntyre, de 64 anos, promoveu de regatas vintage como a Golden Globe Race 2018. Em 2006, ao lado da mulher, Margie, ele recebeu uma medalha de ouro como “Os Aventureiros do Ano” da Australian Geographic Society — o que diz muito sobre ele. Para saber mais, acesse www.classglobe580.com.

Ficha técnica

Comprimento: 5,80 m

Boca: 2,27 m

Calado: 1,40 m

Deslocamento: 700 kg

Lastro de quilha: 220 kg

Vela mestra: 12,5 m² – 9,9 m² – 7,2 m² – 4,4 m²

Gennaker: 23m²

A rota da Mini Globe Race 2024

1ª etapa: largada num porto da Europa ainda não definido rumo às Ilhas Canárias, onde haverá uma escala de quatro dias, antes de a flotilha seguir para um porto do Caribe (com parada de sete dias) e dali para o Panamá. Distância percorrida: 4 700 milhas.

2ª etapa: do Panamá para as Ilhas Marquesas, onde os competidores fazem uma escala de sete dias antes de seguir rumo ao Taiti.  Distância: 4 660 milhas.

3ª etapa: do Taiti a Tonga. Distância: 1 400 milhas.

4ª etapa: do Tonga para Kupang, capital da província indonésia de East Nusa Tenggara. Distância: 3 800 milhas.

5ª etapa: de Kupang às Ilhas Maurício, com escala de sete dias antes de seguir para a Cidade do Cabo. Distância: 6 200 milhas.

6ª etapa: Cidade do Cabo a Cabo Verde, com escala de sete dias antes da perna final rumo à linha de chegada, na Europa. Distância: 5700 milhas.

Gostou desse artigo? Clique aqui para assinar o nosso serviço de envio de notícias por WhatsApp e receba mais conteúdos.

Schaefer770