Navegadores norte-americanos protestam pelo retorno às atividades na água

0
242

Navegadores de várias partes dos Estados Unidos realizaram manifestações na água para chamar a atenção para a situação dos operadores comerciais devido às medidas para contenção do coronavírus.

Em Nova Jersey, cerca de 15 capitães navegaram 16 quilômetros em um desfile “SOS” ou “Mar de Solidariedade”, pedindo um retorno seguro ao serviço. As marinas no Garden State estão abertas há um mês para embarcações de recreio limitadas.

O capitão Dan Shade, da Classic Boat Rides, disse que o governo do estado deve permitir que a indústria de charter execute novamente sob práticas de segurança aprimoradas. “[Não estamos] pedindo para fazer isso antes que seja seguro, mas não queremos ser colocados em segundo plano. Queremos que alguém coloque os olhos nessa indústria”, disse ele.

Enfatizando a mensagem de segurança, os barcos tinham tripulação limitada e incentivavam os observadores em terra a praticar o distanciamento social seguro. E, disse ele, medidas semelhantes podem ser tomadas a bordo de navios fretados; equipar as equipes com desinfetantes, garantindo que o passageiro esteja usando máscaras e limitando a capacidade com base na metragem quadrada de um barco. “Todo setor tem sua própria aplicação. Este é muito único. Espero que eles analisem esse separadamente e apresentem diretrizes voltadas especificamente para ele”, afirmou.

LEIA TAMBÉM
>> Conheça a regata volta ao mundo em que os competidores fazem o próprio veleiro
>> NHD Boats se prepara para lançar lancha de 34 pés com abertura lateral dupla
>> Novo catamarã de pesca de 35 pés da catarinense SEC Boats estreia na água

Em Seattle, Washington, Justin Johnson não consegue entender por que ele pode sair em seu barco, mas não pode pescar. “Pescar é o que eu faço”, disse Johnson. Ele dirige um clube de pesca do robalo e diz que a atividade ao ar livre pode ser realizada com bastante distanciamento social. “Confie em nós para fazer a coisa certa e para manter a nós mesmos e as pessoas ao nosso redor em segurança”, disse Johnson. Cerca de uma dúzia de barqueiros se juntaram ao comício “Let Us Fish” e desfilaram cerca de oito quilômetros com os apoiadores reunidos em um parque local.

Em Sarasota, Flórida, a flotilha “Make America Open Again” de cerca de 20 barcos foi organizada pelo empresário local Jesse Biter, que disse que é hora de aliviar as restrições às reuniões públicas e reabrir restaurantes e outros negócios que foram obrigados a fechar.

“Estamos mostrando que apoiamos a decisão [das autoridades eleitas] e a decisão de criar essas fases para começar a construir a economia, sabendo que o vírus não vai desaparecer”, disse o organizador da flotilha. “Eu acho que há uma maneira inteligente em permitir que as pessoas voltem ao trabalho, permitindo que os restaurantes sejam abertos, permitindo que as pessoas escolham se saem ou ficam em casa”.

Outras manifestações menores foram realizados em todo os EUA, bem como protestos em terra em várias capitais dos estados, enquanto navegadores se uniram pedindo uma reabertura da economia.

Gostou desse artigo? Clique aqui para assinar o nosso serviço de envio de notícias por WhatsApp e receba mais conteúdos.

Schaefer770