Polonês transforma casa de madeira em barco, no qual pretende morar até o fim da vida

0
1227

Se você acha que já viu de tudo em termos de navegação, é porque você não conhece o barco de madeira que o polonês Andrzej Jungst está acabando de construir — já, já, estará na água, segundo ele — em sua Gorzyce Wielkie natal. E o que essa embarcação tem assim de tão diferente?

Para começar, a “diversão fantástica na velhice”, como Andrzej batizou o projeto, está nascendo pelas mãos de uma pessoa que não tem intimidade alguma com o mundo dos barcos, seja como navegador ou como construtor.

Depois, ele não seguiu nenhum projeto náutico, como era de se esperar, apenas rabiscou alguns desenhos e saiu juntando peça com peça, como se montasse um imenso quebra-cabeças, seguindo a sua imaginação. Por fim, e aí vem o mais curioso, todo o barco está sendo feito de resíduos obtidos da demolição de uma casa!

Tudo começou em 2018, quando, a convite de um amigo, Andrzej foi fazer rafting em um rio de Narew, e se apaixonou pela água. “Foram três dias remando”, lembra ele. “No começo, eu achava insuportavelmente chato, mas já no final do primeiro dia ficou fabuloso. Quando a aventura terminou, eu já sabia que navegar era o que eu gostaria de fazer, até os últimos dias de sua vida.”, disse à Agência de Imprensa Polonesa.

LEIA TAMBÉM
>> NÁUTICA Live #2: quais os impactos do COVID-19 no setor de marinas e iates clubes?>> Posso ou não navegar? Autoridades apontam soluções durante NÁUTICA Live
>> Azimut Yachts apresenta versão 2020/2021 de iate de 83 pés

Todos os elementos da embarcação são de madeira, incluindo treliça, caixilharia, painéis, tábuas de chão, escadas, painéis e móveis da cozinha. O detalhe é que essa madeira é proveniente da demolição de uma casa que pertenceu justamente ao amigo que o levou a praticar rafting, e que por uma infeliz coincidência faleceu pouco depois. “Usei especialmente a madeiro do piso, feito de larício”, conta ele, referindo-se a uma espécie de pinheiro muito comum na Europa, também chamado de lariço.

“Para utilizar essa madeira, consegui permissão dos herdeiros legítimos do meu amigo, que, por sua vez, receberam permissão para demolir o prédio”, explica o agora construtor amador.

O lançamento do barco foi planejado para maio, mas, devido à pandemia de coronavírus, a cerimônia de inauguração foi adiada por três meses. “No verão deste ano, o barco estará pronto para navegar pelos mais belos rios e lagos da Polônia”, promete Andrzej.

O que ele pretende fazer com sua embarcação custo zero? Dar umas voltinhas nos fins de semana não é. Sair para pescar, também não. Andrzej está mesmo de olho é em um lugarzinho para morar, até o fim de sua vida!

 

Gostou desse artigo? Clique aqui para assinar o nosso serviço de envio de notícias por WhatsApp e receba mais conteúdos.

Schaefer770