Primeiro parque eólico flutuante da Europa Continental já está em operação total

0
331

Siga o nosso TWITTER e veja a série Dicas Náuticas diariamente.

O primeiro parque eólico flutuante da Europa Continental entrou em funcionamento após a ligação da última das três plataformas ao cabo de alimentação que percorre os 20 km de distância que separam o parque eólico da estação instalada, em Viana do Castelo (Portugal). As três unidades passam a injetar a energia produzida pelos seus aerogeradores de 8,4 MW, as maiores turbinas do mundo instaladas numa plataforma flutuante, na rede elétrica de Portugal.

Este é um grande acontecimento para o setor, com energia eólica flutuante que contribui para a diversificação da origem da energia, possibilitando um acesso a áreas marítimas sem precedentes e constituindo um avanço tecnológico relevante para economia sem carbono.

LEIA TAMBÉM
>> Vem aí o São Paulo Boat Show 2020 em um lugar inédito!
>> Conheça a suíte flutuante em forma de disco inspirada em James Bond
>> Conheça o navio da Marinha russa que virou iate de luxo após reforma

Com capacidade instalada total de 25 MW, o WindFloat Atlantic é o primeiro parque eólico flutuante semi-submersível do mundo e irá gerar energia suficiente para abastecer o equivalente a 60.000 usuários por ano, poupando quase 1,1 milhões de toneladas de CO2. São 30 m de altura e uma distância de 50 m entre cada uma das suas colunas – e que permitem instalar turbinas de 8,4 MW, as maiores do mundo em uma plataforma flutuante.

O êxito do projeto está na sua tecnologia: uma ancoragem que permite a sua instalação em águas de mais de 100 m de profundidade e o seu design orientado para a estabilidade em condições climatológicas e de marés adversas. As vantagens desta tecnologia são, entre outras, o fato da montagem ser feita em terra, de não ser necessário um navio de transporte específico para o seu reboque e de não depender de operações offshore complexas associadas à instalação das estruturas fixas tradicionais. Estes fatores contribuem para reduzir as despesas associadas ao ciclo de vida e os riscos.

Gostou desse artigo? Clique aqui para assinar o nosso serviço de envio de notícias por WhatsApp e receba mais conteúdos.

Teste Ventura V195 Crossover – 19/03/2020