Paris pretende converter seus barcos para elétricos até 2024

0
1070
Foto: Divulgação

O rio Sena pode se tornar, em pouco tempo, uma das viagens de turismo náutico mais ecológico do mundo. A capital francesa lançou um plano ambicioso, enquadrado na celebração dos próximos Jogos Olímpicos de 2024, que converterá todos as embarcações parisienses em elétricas.

“Mais de 200 barcos viajam diariamente ao longo do leito do rio Sena, com 13 quilômetros de extensão, representando 50% do tráfego fluvial francês e 80% da atividade de embarcações de cruzeiro em todo o país. Essa mudança levará a uma redução significativa da pegada de carbono da cidade graças a um transporte de energia limpa”, destaca o presidente da Autoridade Portuária de Paris (CPP), Olivier Jamey.

O responsável pela motorização destes barcos será a Torqeedo, dentro de um programa em que diferentes administrações públicas francesas também participam. “Estamos analisando cada caso para saber o uso detalhado das rotas dos barcos, os modelos que visitam os monumentos e os restaurantes, bem como viagens para eventos privados ou frete”, acrescenta Jamey.

LEIA TAMBÉM
>>Retomada do mercado náutico movimenta litoral de SC nesta temporada de verão
>>Projeto do maior megaiate particular do mundo prevê cassino e galeria de arte
>>Novo iate de 27 metros da Azimut Yachts será fabricado no Brasil

A cada ano, oito milhões de turistas usam esse tipo de transporte para aproveitar seu tempo de lazer na capital parisiense e conhecer ao mesmo tempo a história e a cultura da cidade. “Os sistemas elétricos e de bateria da empresa também são compatíveis com o sistema de inovação de gerenciamento de frota e também com um sistema inovador disponível para as operadoras”, disse o CEO da Torqeedo, Christoph Ballin.

Com essa mudança tecnológica, Paris continua sua política de reduzir as emissões de CO2 em toda a capital na seção sobre mobilidade urbana. A solução parisiense, longe de construir mais corrimões ou túneis para facilitar o tráfego de carros, tem sido, no estilo nórdico. Funciona desencorajando o uso do carro e promovendo o transporte público e o ciclismo.

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A edição deste mês já está disponível nas bancas, no nosso app
e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones

Whats NÁUTICA - 30/06/2020