Pablo Di Si, presidente da Volkswagen Brasil, elogia o alto nível das embarcações nacionais

0
1013

Siga nosso TWITTER e veja a série Dicas Náuticas diariamente.

Ele entende de carros e de velas. Durante o São Paulo Boat Show 2020, em entrevista à apresentadora Millena Machado para o canal de Náutica no YouTube, o argentino Pablo Di Si — presidente da Volkswagen do Brasil e da América do Sul — revelou que já foi velejador, que ainda tem muitos amigos ligados ao esporte e que se mantém apaixonado pelo atividade que praticava em Buenos Aires, a cidade onde nasceu. Talvez até tivesse feito até algumas travessias de barco, não fosse sua mudança muito cedo para os Estados Unidos, onde estudou Administração e Finanças e começou a trabalhar.

Mas, mesmo longe da água, Di Si afirmou que costuma fazer analogias entre os negócios e a navegação. “Há muitos ensinamentos na vela. Para se chegar a um objetivo, é preciso ajustar as velas e o curso”, comparou. Sem contar o trabalho em equipe. O empenho e o sincronismo de cada membro do time são fundamentais para vencer os obstáculos e não deixar o barco afundar.

No mar como na terra, desde cedo Di Si se revelou um grande líder. Recentemente, em meio à pandemia, comandou o mais importante lançamento da Volkswagen no ano: o Nivus, um carro totalmente desenvolvido no Brasil, que foi apresentado ao mundo em um evento totalmente digital, que chegou a 150 mil pessoas em 60 países.

LEIA MAIS:

>> Marcio Christiansen retorna ao mercado como construtor, com a marca Vega

>> MasterBoat apresentou seu novo modelo para wakeboard e wakesurf no São Paulo Boat Show

>> Para Raphael Kapazi, sucesso de vendas de sua empresa reflete retomada do mercado náutico

“A estratégia se mostrou muito acertada. Nada menos que 2.500 carros foram vendidos em 48 horas sem que o carro estivesse presente na loja”, garante ele. A multinacional alemã também implementou uma espécie de “venda de carros remota” onde o vendedor vai até o cliente “com tablet e óculos de realidade aumentada para que ele possa fazer tudo digitalmente”.

Voltando ao mundo náutico, o comandante da Volkswagen ressaltou que o Brasil tem um potencial incrível nesse setor. “Tem lugares únicos, como Ilhabela, Angra dos Reis, Recife e Florianópolis, que são um sonho. Então, há muitas oportunidades”.

Quanto ao palco do São Paulo Boat Show neste ano, ele foi só elogios. “Ficou fantástico. É um ambiente super agradável, ao ar livre, muitas famílias. O desafio agora é voltar ao modelo anterior. Não tem como voltar”, disse. Di si mostrou entusiasmo também com os barcos da exposição. “Cheguei ao Brasil no ano 2000. Quando vejo os barcos construídos hoje eu vejo o mesmo progresso que houve com os carros. Têm mais tecnologia, design bonito e muita segurança. Fiquei impressionado com os itens de segurança incorporados às embarcações. Não deixam nada a desejar em relação aos estaleiros internacionais”, afirmou.

Gostou desse artigo? Clique aqui para receber o nosso serviço de envio de notícias por WhatsApp e leia mais conteúdos

Teste Azimut 62