O transferidor de líquidos Guarany alcança cantinhos escondidos do porão e do tanque de combustível

0
35852

Quando alguém precisa tirar o resto do combustível do fundo do tanque, é sempre um problema: ou você vai derramar boa parte no casco durante a operação ou vai beber gasolina se usar uma mangueira para tirar o líquido via sucção.

Para resolver os dois problemas, a marca nacional Guarany (www.guaranyind.com.br) — a mesma das tradicionais bombas pulverizadoras Fritz — criou o Multi Extrator, um prático transferidor de líquidos manual que faz o serviço sem que você suje as mãos (ou a boca!). O equipamento, composto por bomba, recipiente plástico de alta resistência, duas mangueiras e algumas válvulas, funciona com qualquer tipo de líquido: água, combustíveis e até óleos.

Por meio de uma bomba, que gera vácuo (ou comprime o ar) ao ser acionada manualmente, o líquido é sugado para dentro do compartimento plástico, que armazena até seis litros — o suficiente, por exemplo, para tirar o óleo do cárter da maioria dos motores quatro tempos a gasolina. Após retirar o líquido, é possível transferi-lo para um lugar apropriado para descarte ou, se for o caso, reuso. Um prático suporte para o apoio do pé auxilia o manuseio da bomba e um botão indica se queremos sugar ou expulsar o líquido armazenado. As mangueiras (uma mais fina, de náilon, com 1 m de comprimento, e outra, com 1,60 m) são feitas de material resistente e que não dobram com facilidade, o que permite a vazão de líquidos sem interrupção.

No nosso teste, usamos o equipamento em um tanque de gasolina de uma lancha com motor de popa. O diâmetro das duas mangueiras que compõem o conjunto é pequeno, o que dificulta a retirada de gasolina e óleo diesel, mas, por outro lado, facilita a extração em lugares de difícil acesso, como o fundo do cárter dos motores. Seguindo as instruções do fabricante, realizamos 25 movimentos rápidos de sobe e desce na bomba, para criar a força de sucção, e mergulhamos a ponta da mangueira fina até a parte mais funda do tanque de combustível. Após isso, pressionamos a válvula de descarga. Lentamente, a gasolina foi sendo sugada automaticamente para dentro do recipiente. Depois, fizemos o mesmo processo de sucção, mas com a mangueira de diâmetro maior: o tempo para coleta da gasolina foi menor, comparado ao da mangueira mais estreita.

Em seguida, fizemos o inverso: transferimos a gasolina do Multi Extrator para um compartimento portátil de 25 litros. Invertemos a posição das válvulas na bomba, bombeamos as 25 vezes e acionamos a válvula de descarga. Neste caso, a operação de descarte foi bem mais rápida do que a de sucção, principalmente porque deixamos o equipamento em um nível acima do tanque de gasolina, para ajudar no processo.
Além de eficiente e indicado para todos os donos de barcos e marinas, o transferidor de líquidos nacional da Guarany chama a atenção pelo bom acabamento das peças que compõem o conjunto e pelo preço: apenas R$ 260.