O que você precisa saber antes de escolher a capota para o seu barco

0
3086

Para esquentar no frio e refrescar no calor; proteger da chuva, do vento e dos raios solares; com estrutura de alumínio ou de inox; de fechamento total ou parcial… Não tem jeito, no Brasil brasileiro, do sol intenso e das chuvas repentinas, quem tem uma lancha aberta ou com flybridge vai, em algum momento, precisar de uma capota. No mar, nossa pele costuma ser bombardeada por uma quantidade muito grande de luz ultravioleta, dos tipos UVA e UVB, que causam o envelhecimento precoce da pele e suscitam queimaduras, podendo provocar até câncer de pele. Tem também aquelas chuvinhas chatas. Daí a necessidade de uma boa cobertura, que deixa o passeio mais agradável e seguro.

O problema é que esse tipo de cobertura quase sempre é oferecido apenas como item opcional pelos estaleiros, exigindo um investimento extra. Mas, qual modelo escolher? Sob medida ou encomenda? Diante das muitas opções do mercado, qualquer um acaba confuso e indeciso na hora da compra. Para facilitar a sua escolha, e reunir as melhores dicas de manutenção, entrevistamos um dos maiores especialistas no assunto: Roberto Bailly, velejador e proprietário da Bailly Capotaria Náutica, profissional com mais de 30 anos de experiência no setor. O resultado você confere na edição de maio de Náutica, que está disponível nas principais bancas e livrarias do país e, também, no aplicativo para iOS e Android.

Teste FS 290