Números sobre importação de motores no Brasil confirmam reação nas vendas de barcos de lazer

0
1129

A notícia de que o estaleiro FS Yachts registrou aumento expressivo em suas vendas (leia aqui) nos meses de abril e maio, comparadas ao primeiro trimestre de 2020, causou surpresa para alguns e gerou certa desconfiança para outros: enquanto outros setores, como o de automóveis, praticamente parraram, o setor náutico cresceu?

Segundo a Associação Brasileira dos Corretores de Embarcações, a situação, de fato, está favorável. A importação de motores marítimos no Brasil, comparando os quatro primeiros meses dos anos de 2018, 2019 e 2020, a partir de informações do Governo Federal, mostra que:

De 2018 para 2020, considerando o valor em dólar, o investimento em motores de popa registrou crescimento de 161% (saltou de US$ 235 mil para US$ 396 mil).

Já de 2019 para 2020, a importação de motores de popa cresceu 93% (de US$ 303 mil para US$ 396 mil).

No tocante motores de centro a gasolina, o número ficou estável: de 2018 para 2020, as importações cresceram 1,33% (foram de US$ 8749 milhões para US$ 8865). Já de 2019 para 2020, o crescimento foi de 1,90% (de US$ 8 700 milhões para US$ 8 865 milhões).

Em resumo, o consumidor passou a ver os barcos como um lugar seguro para fugir da pandemia. E, com mais tempo para pesquisar, descobriu que comprar um barco é um bom negócio.

Gostou desse artigo? Clique aqui para assinar o nosso serviço de envio de notícias por WhatsApp e receba mais conteúdos.

FS Yachts