Novo motor “invisível” da BRP promete reinventar espaço na popa das lanchas

0
3767

Ghost, ou fantasma, em inglês, é o sugestivo nome de um projeto da BRP (fabricante dos jets Sea-Doo) para conquistar espaço no mercado de barcos em que vem investindo nos últimos dois anos com a aquisição de três marcas de barcos de alumínio: as americanas Aluma Craft e Manitou e a australiana Quintrex.

O objetivo desse projeto é tornar o motor de popa invisível e, ao mesmo tempo, oferecer mais espaço na plataforma de popa das embarcações de recreio. Afinal, é nela que as pessoas preferem ficar quando o barco está parado, em contato com a água, pescando, tomando sol ou entrando e saindo da embarcação para um mergulho.

Com o barco em movimento, todos querem ir para a proa. Quando para, acontece o contrário: todos vão para a popa, porque é ali que o barco, na maioria das vezes, é mais espaçoso e mais gostoso.

É para evitar perda de espaço nessa área que a BRP criou o Projeto Ghost. “A ideia é desobstruir essa área do convés, deslocando o motor para baixo da plataforma de popa, onde ficará fora de vista”, conta Henrique Rosa, gerente de marketing da BRP para a América Latina. “Assim, o visual fica muito mais bonito, aproveita-se melhor o espaço para o lazer e a experiência a bordo se torna ainda melhor”, acredita.

Outro propósito da empresa, como ele diz, “é aumentar o foco e os investimentos em novas tecnologias, oferecendo ao mercado algo diferente e inovador”. Henrique esclarece, porém que esse projeto não tem data ou garantia de que será introduzido no Brasil.

O motor de popa é o mais usado nas lanchas de pequeno porte e vem cada vez mais ganhando a popa de barcos de médio porte fabricados no Brasil. Dias atrás, por exemplo, o estaleiro catarinense Schaefer Yachts apresentou a versão 2020 da lancha Phantom 400 com opção de três motores de popa.

Na proposta do Projeto Ghost, por não ocupar espaço na popa (comparado com uma mesma lancha equipada com motor de popa convencional), faz com que sobre mais espaço a bordo. Para quem usa o barco para mergulhar, o Projeto Ghost também deve fazer uma senhora diferença.

Gostou desse artigo? Clique aqui para assinar o nosso serviço de envio de notícias por WhatsApp e receba mais conteúdos.

PUB Marine Express - 02/07/2020