Novidade

0
1516

A Volvo Ocean Race 2014-15 tem uma novidade no percurso. Os barcos serão obrigados a fazer um pit-stop de 24 horas no porto de Haia, na Holanda. A parada técnica será no meio da perna entre Lorient, na França, e Gotemburgo, na Suécia, a última da Volta ao Mundo. Os fãs da vela holandeses comemoram em dobro a notícia, já que em outubro do ano passado, o barco Brunel foi confirmado para defender as cores da Holanda na regata.

Os barcos devem chegar ao porto de Haia no dia 19 de junho de 2015. A ordem de partida será a mesma da chegada, ou seja, o primeiro a cruzar a linha na Holanda saí na frente e os demais após completar 24 horas parados.

A ideia é aproximar o público local dos velejadores, que terão um intervalo de tempo curto, mas precioso, para as milhas finais da Volvo Ocean Race até Suécia.

Para o CEO da Volvo Ocean Race, Knut Frostad, o pit-stop será em um local ideal, pois há poucos lugares no mundo onde o apoio ao esporte náutico é intensificado e um desses países é a Holanda. Essa paixão ganhou mais força após o anúncio da equipe holandesa Brunel, comandada por Bouwe Bekking, na regata. Algumas semanas mais tarde, a Schouten Global anunciou que iria patrocinador um barco do país em 2017-18.

“A Holanda é como a Nova Zelândia. A vela nesses dois países tem apoio do público, que conhece a modalidade e sua história. Com a Volvo Ocean Race não é diferente e nós queremos apoiar isso”, disse Knut Frostad .

Os organizadores do evento ainda lembram da última parada da Volvo Ocean Race na Holanda. “Em 2008-09 , os barcos passaram perto de Haia e tudo foi um sucesso. Desta vez vai ser ainda maior porque os veleiros vão realmente parar no porto. Oportunidade para conhecer de perto velejadores e os novos modelos de embarcações”, contou o diretor operacional da regata, Tom Touber .

 

Foto: Divulgação.

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.