Niterói é considerada oficialmente Cidade Campeã da Vela

0
439

Foi publicado no dia 26 de setembro, no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro, a Lei 8534/2019, de autoria do deputado estadual Waldeck Carneiro (PT), que declara Niterói como “Cidade Campeã da Vela” no Estado do Rio de Janeiro. O município é a única cidade do país a ter 13 medalhas olímpicas da vela oriundas de atletas locais, sem contar com títulos mundiais, nacionais e de classes de alto rendimento. Conta com seis iate clubes, dentre eles, o primeiro iate clube do Brasil: o Iate Clube Brasileiro.

Estas agremiações náuticas realizam regatas semanais, sendo que a cidade já abrigou diversas regatas internacionais e três edições da Copa Brasil de Vela, reunindo cerca de 32 países, na praia de São Francisco, com expressivo número de velejadores, superando o número de velejadores participantes dos Jogos Olímpicos de 2016.

“Usando a vocação náutica da cidade, pretende-se dar maior visibilidade ao esporte e fomentar o turismo. Com esta iniciativa, o Poder Executivo poderá celebrar convênios e promover ações, programas e eventos que contribuam para a divulgação deste título de Niterói e estimular a prática da Vela no Estado do Rio de Janeiro, notadamente entre estudantes das redes pública e particular de educação básica”, afirma Waldeck.

Somente a família niteroiense Grael possui sete medalhas olímpicas. Torben Grael é detentor de cinco (quatro na Classe Star: ouro em Atlanta, 1996, e em Atenas, 2004, e bronze em Seul, 1998, e em Sidney, 2000; além de prata na Classe Soling, em Los Angeles, 1984). Seu irmão Lars é medalhista de bronze, na Classe Tornado, em Seul (1988) e Atlanta (1996). Os Grael possuem, na cidade, o projeto Rumo Náutico/Grael, que objetiva oferecer aos jovens uma oportunidade educacional e de socialização através de uma experiência náutica, de iniciação à prática de esportes como a vela, o remo e a canoagem, contribuindo para popularizar, incentivar e promover essas atividades, além de criar condições para o surgimento de novos valores para as competições.

O projeto promove gratuitamente a educação ambiental, estimula o jovem para o exercício da cidadania e resgata a cultura da maritimidade, mostrando aos alunos a existência de oportunidades profissionais relacionadas às atividades náuticas, capacitando-os para o exercício destas funções e facilitando o acesso ao segmento. O Rumo Náutico também integra desporto, educação e saúde; promovendo a prática da natação como complemento indispensável da atividade náutica, ensinando técnicas de segurança e de primeiros socorros, bem como colaborando com a alimentação para a prática esportiva e desenvolvendo espírito de equipe, liderança e solidariedade.

Receba notícias de NÁUTICA no WhatsApp. Inscreva-se!

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A nova edição já está disponível nas bancas, no nosso app e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones

Para compartilhar esse conteúdo, por favor use o link da reportagem ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos e vídeos de NÁUTICA estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem nossa autorização (redacao@nautica.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que NÁUTICA faz na qualidade de seu jornalismo.