França flexibiliza regulamento para navegação de esporte e recreio no país. Veja as novas regras

0
359
Foto: Reprodução

A França está seguindo os caminhos da Itália e da Espanha para facilitar seus regulamentos de bloqueio relacionados à pandemia do COVID-19. O governo do país implantou novas regras, agora, mais flexíveis para as atividades de esporte e recreio, válidas até o dia 2 de junho.

LEIA TAMBÉM
>> NÁUTICA Live #2: quais os impactos do COVID-19 no setor de marinas e iates clubes?>> Posso ou não navegar? Autoridades apontam soluções durante NÁUTICA Live
>> Azimut Yachts apresenta versão 2020/2021 de iate de 83 pés

O novo regulamento permite:

  • Navegação autorizada em um raio de 100 km ou 54 milhas náuticas a partir do porto de origem;

  • As chamadas portuárias, bem como a atracação e parada de embarcações de recreio com bandeiras francesas ou estrangeiras, são autorizadas a uma distância máxima de 54 milhas náuticas (aproximadamente 100 km) do porto de origem;

  • O desembarque de passageiros em terra deve respeitar as medidas terrestres (em particular a regra dos 100 km / 54Nm), ou em caso de emergência;

  • Embarcações de recreio com bandeira francesa ou estrangeira não podem transportar mais de 10 passageiros;

  • O capitão de uma embarcação de recreio com bandeira francesa de um porto estrangeiro deve declarar sua situação de saúde;

  • A entrada em águas territoriais francesas de um navio com bandeira estrangeira de um porto estrangeiro fora de Schengen (convenção entre países europeus sobre uma política de abertura das fronteiras e livre circulação de pessoas entre os países signatários) permanece proibida no momento se o destino desse navio for um porto localizado na costa francesa. Sua passagem contínua e inofensiva permanece preservada até deixar as águas territoriais francesas.

Gostou desse artigo? Clique aqui para assinar o nosso serviço de envio de notícias por WhatsApp e receba mais conteúdos.

Schaefer770