Aproveitar o barco no verão “dormindo a bordo” é preferência dos seguidores de NÁUTICA no YouTube

0
574
barco verão

Na estreia da seção de “Enquete”, publicada quinzenalmente no canal de NÁUTICA no YouTube, perguntamos: “Como os espectadores preferem aproveitar o barco no verão?”. Veja no link.

Entre as opções, “dormindo a bordo”, “conhecendo uma praia nova”, “um churrasco com os amigos” e “curtindo o sol a bordo”. Ao todo, até o momento do fechamento deste artigo, a pesquisa recebeu 563 votos.

Quem ficou na frente, com 37% dos votos, foi a opção “dormindo a bordo”. Em segundo, com 29%, ficou a opção “conhecendo uma praia nova”. Em terceiro, com 25%, “um churrasco com os amigos”. Com apenas 9%, fechando a pesquisa, ficou a opção “curtindo o sol a bordo”.

Pegando como gancho o resultado da pesquisa, separamos pequenas dicas para quem está pensando desfrutar dessa experiência náutica incrível.

Inscreva-se no canal de NÁUTICA no YouTube e ATIVE as notificações

De início, obviamente, o indicado é que a embarcação seja cabinada e que ofereça banheiro. Depois, com um planejamento meteorológico em mãos, comece a preparação do período de tempo que se pretende passar embarcado. É muito importante que o cronograma seja seguido à risca para garantir a segurança tanto dos passageiros e do abastecimento de combustível quanto dos locais de paradas que o capitão propõe-se a fazer.

Essas paradas precisam contar com as marinas pelo trajeto, com a distância entre elas, e, claro, com a velocidade que se deseja navegar. Inclusive, os locais paradisíacos que serão visitados também devem estar dentro dessa programação. E é aqui que entra uma questão muito importante: a ancoragem.

Leia também

» Conheça o superiate com estilo retrô de J. K. Rowling, que já pertenceu a Johnny Depp

» Superiate de Elton John une luxo e comodidade em seus 50 metros de comprimento

» Superiate do astro do rock Bono Vox tem até um piano de cauda a bordo. Confira

Nesse ponto, existem dois conceitos a se considerar: onde ancorar, e como ancorar da melhor forma. Para escolher o melhor local, é preciso se atentar ao abrigo (ou seja, não escolher locais de mar aberto), às restrições ao fundeio na carta náutica, ao tipo de solo para a âncora unhar com segurança e à incidência dos ventos no local.

Quanto à maneira correta de ancorar um barco, o ideal é sempre contra o vento, contra a correnteza. Para isso, você pode observar a direção para a qual a proa dos outros barcos aponta, e ancorar a sua embarcação da mesma forma. É necessário sempre deixar um bom espaço de distância em todas as direções, caso o vento mude e acabe girando a sua embarcação.

A âncora é um equipamento de segurança. Quanto ao tamanho do cabo que deve ser liberado, o ideal é que esse número seja em torno de 5 vezes a profundidade indicada pela sonda no local. Além de tudo, é importante marcar referências ao redor, para garantir que o barco não se mova além do planejado. Caso aconteça, é necessário repetir o processo para a âncora, finalmente, unhar.

Por fim, é preciso levar em conta o número de tripulantes e, assim, fazer alguns cálculos. Deve-se considerar o abastecimento de comida, bebida e a quantidade de camas na embarcação para que todos se acomodem de forma confortável e segura.

Com tudo em ordem, só resta aos tripulantes desfrutar das incríveis paisagens ao longo dessa viagem: desde o amanhecer ao pôr do sol, e a vista incrível de um céu estrelado que só o pernoite em um barco pode proporcionar.

Fiquem atentos à nossa próxima enquete, que já está no ar! Queremos saber: “Qual lancha de proa aberta da FS Yachts é o seu tamanho ideal para navegar?” Clique aqui e responda. 

Por Naíza Ximenes, sob supervisão da jornalista Maristella Pereira

Teste FS 290