Novo jet elétrico Narke GT95 promete 50% mais potência do que seu antecessor. Confira

0
1187

A equipe de Narke começou a trabalhar em motos de água ecologicamente corretas (PWC) em 2014 como uma alternativa aos jets que consomem muita gasolina. O eletrojato de primeira geração, Narke GT45, foi lançado em 2018 no Festival de Yachting de Cannes e esgotou quase imediatamente, de acordo com a empresa. O novo modelo, Narke GT95, foi ainda mais ajustado e promete 50% mais potência e 20% mais alcance do que seu antecessor.

Inscreva-se no canal de NÁUTICA no YouTube e ATIVE as notificações

O GT95 está equipado com um poderoso motor elétrico e células de bateria de alta potência que produzem 95 hp. Graças ao design aprimorado do casco e à tecnologia de deflexão exclusiva, o GT95 também promete uma experiência de direção mais macia, silenciosa e estável do que modelos comparáveis.

A empresa afirma que Péter Bíró, campeão mundial de jet ski, até testou o eletrojato e ficou impressionado com a velocidade e manobrabilidade do veículo.

Um de seus destaque é o design futurista. O corpo de compósito reforçado com fibra de carbono é ultra-elegante e ainda mais aprimorado pelo marcante colorido metálico. Medindo 13 pés de comprimento, o GT95 foi projetado para oferecer amplo espaço, junto com três assentos e uma plataforma de natação.

Leia também

» Estaleiro alemão apresenta dois novos catamarãs elétricos. Conheça

» Greenline Yachts cria primeira frota de barcos 100% elétricos para aluguel

» Conheça os primeiros barcos comerciais elétricos da Nova Zelândia

“Esta elegante moto aquática oferece tudo o que os usuários podem esperar de um PWC elétrico de três lugares do século 21”, escreveu Narke no comunicado à imprensa. “É divertido, seguro, poderoso e protege as águas para as gerações futuras”.

A bordo, o GT95 apresenta uma tela personalizável de 7 polegadas que rastreia o nível de carga, quilometragem, distância do porto e temperatura da água. Ele também pode receber chamadas, caso algo importante aconteça enquanto você estiver na água.

Quando chegar a hora de recarregar a bateria de íon de lítio de 24 kWh, você pode optar pelo carregador rápido embutido opcional que fornece energia completa em apenas 1,5 horas. Como alternativa, você pode usar uma tomada doméstica padrão que levará cerca de 6 horas para carregar totalmente o PWC.

O Narke GT95 será apresentado em setembro no Top Marques Show em Mônaco. Você também pode reservar um modelo através da Narke ou em um dos revendedores parceiros. Os projetos custam a partir de US$ 47 mil.

Gostou desse artigo? Clique aqui para assinar o nosso serviço de envio de notícias por WhatsApp e receba mais conteúdos.

Azimut 27 Metri