Na Final

0
1275

Chegou ao fim neste sábado a fase final do Mundial de Vela da Federação Internacional, que está sendo disputado na Espanha. Neste domingo apenas os dez melhores colocados das classes 49er, 49er FX, Finn e Nacra 17 estarão na água na disputa da medal race, dentre eles, a dupla líder do ranking mundial Martine Grael e Kahena Kunze. As meninas do Rio de Janeiro se classificaram na segunda posição da FX, a apenas dois pontos das dinamarquesas Ida Marie Nielsen e Marie Olsen

“Fomos muito bem hoje, com um terceiro, um segundo e um primeiro para fechar a série final. E para melhorar, conseguimos reparação da regata que largamos escapadas e agora estamos a apenas dois pontos das líderes. O dia não poderia ter sido melhor! Amanhã é tudo ou nada!”, disse Kahena.

As classes 49er e 49erFX farão três regatas em “theatre style”, bem curtinhas, demarcada por boias, em uma raia bem perto do público. A Finn e a Nacra 17 terão uma regata com pontuação dobrada.

Jorge Zarif é 38º na Finn: Melhor atleta de 2013 após vencer o Mundial aberto e o Mundial Jr da classe Finn, Jorginho Zarif encerrou a sua participação na competição em 38º da flotilha ouro (primeira metade da súmula). O líder é o inglês Giles Scott, que, com 20 pontos de vantagem sobre o segundo colocado, só precisa terminar a regata da medalha para garantir o ouro.

Nacra 17 e 49er sofreram com regime de ventos: A semana de competições na Espanha não foi fácil para nenhum velejador. A espera pelo vento (para que ele aparecesse ou diminuísse) foi maior do que as horas de regatas disputadas e com isso, os velejadores brasileiros não puderam colocar à prova todo o talento que têm mostrado nas diversas competições internacionais em que participaram ao longo do ano.

Nas classes 49er e Nacra, por exemplo, nenhum brasileiro conseguiu se classificar para a flotilha ouro. Marco Grael e Gabriel Borges foram os melhores da 49er, na 30ª colocação geral, ficando na flotilha prata. Dante Bianchi e Thomas Low-beer, que tiveram alguns problemas durante a competição, ficaram na flotilha bronze da mesma classe, encerrando a disputa na 55ª posição geral.

Entre os Nacras, os melhores colocados foram Samuel Albrecht e Geórgia Silva, na 44ª posição, enquanto João Bulhões e Juliana Mota ficaram em 49º.

“Tivemos alguns problemas durante a competição, como por exemplo, uma onda que arrancou o saco do balão. Foi um campeonato para refletirmos”, disse Samuel.

Os resultados completos de cada regata e o acumulado podem ser vistos clicando aqui: http://bit.ly/1uzlQsO.

Quem quiser, poderá acompanhar as regatas ao vivo através do blog da Isaf. Além disso, durante as regatas finais, será possível acompanhar os barcos através de tracking 2D e 3D ou pelo Youtube e torcer para Martine e Kahena a partir das 7h15 deste domingo.

Foto: Jesus Renedo/Sailingenergy

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.