Mundial de Snipe traz velejadores de 12 países para Ilhabela

0
624
Foto: Juan Gimenez

Conhecida como a capital nacional da vela, Ilhabela é sede do Campeonato Mundial de Snipe 2019. As regatas começaram nesta quarta-feira (2) e seguem até o próximo dia 12. São 80 duplas de 12 países em busca da consagração no canal de São Sebastião. Fora da água, a cidade trabalha para converter a ‘invasão de velejadores’ em dividendos para o comércio local de bens e serviços.

Ilhabela recebe 320 pessoas envolvidas direta ou indiretamente com o Mundial de Snipe. Além dos velejadores, seus familiares, membros das equipes e da organização permanecerão na cidade por 15 dias. Usando como base o cálculo do ticket médio por pessoa na faixa de R$ 250 por dia, cada visitante deverá deixar R$ 3 750 no período. Na somatória, representa um impacto econômico na casa de R$ 1,2 milhão no município.

“O esporte, especialmente o náutico, sempre foi uma plataforma importante para o turismo de Ilhabela. Esse é um mérito do secretário de Esportes, Beto de Jesus, e da prefeita Gracinha Ferreira. Nossa missão tem sido continuar a receber bem os atletas, seus familiares e membros das equipes, ao mesmo tempo que buscamos fomentar novas modalidade de turismo e estruturar outras plataformas de entretenimento já existentes para os nossos visitantes”, comentou Bianca Colepicolo, secretária de desenvolvimento econômico e do turismo.

O secretário de esportes avaliou o primeiro dia do campeonato. ”Foi um dia especial de regatas, com a cara de Ilhabela, a Capital da Vela! Sol, ventos com rajadas de até 20 nós e muitas provas. Certamente os estrangeiros que velejaram pela primeira vez aqui jamais vão esquecer desse dia”, comemorou Beto de Jesus.

A Escola de Vela Lars Grael é a base do Mundial de Snipe, que recebe duplas da Argentina, Bélgica, Brasil, Cuba, Espanha, Estados Unidos, Itália, Japão, Noruega, Peru, Portugal e Uruguai. Nesta quarta-feira começam as regatas da competição júnior (até 22 anos). Entre os dias 8 e 12 será a vez dos velejadores seniores.

Antes do início do Mundial, no fim de semana passado, a Escola de Vela Lars Grael sediou o Campeonato Sul-Brasileiro de Snipe 2019. A competição contou com 56 duplas e teve Alexandre Paradeda e Gabriel Kieling como campeões. As principais duplas que estão inscritas no Mundial de Snipe correram o Sul-Brasileiro como forma de preparação para o principal evento da categoria do ano.

Receba notícias de NÁUTICA no WhatsApp. Inscreva-se!

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A nova edição já está disponível nas bancas, no nosso app e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones

Para compartilhar esse conteúdo, por favor use o link da reportagem ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos e vídeos de NÁUTICA estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem nossa autorização (redacao@nautica.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que NÁUTICA faz na qualidade de seu jornalismo.