Mulherada

0
1878

As mulheres brasileiras que disputam o Campeonato Mundial de Vela, em Santander, na Espanha, começaram bem. Fernanda Oliveira e Ana Barbachan terminaram o primeiro dia de regatas da classe 470 em segundo lugar, enquanto Patrícia Freitas subiu para a terceira posição na classificação da classe RS:X.

Fernanda, que passou o primeiro semestre afastada das águas por conta da gravidez, voltou em grande estilo. No primeiro dia do Mundial, uma vitória e um terceiro lugar nas duas regatas.

Na classe RS:X, Patricia Freitas está na terceira posição. Neste domingo (14), a atleta terminou em segundo lugar uma das provas e terceiro na outra.

Já Robert Scheidt foi punido por queimar a largada na única regata do dia e caiu da primeira para quarta posição no geral. “Nas condições que estamos enfrentando, com ventos fracos, largar bem é fundamental para ficar entre os primeiros colocados de uma flotilha grande, com 49 barcos. Para largar bem você precisa correr alguns riscos. Hoje o vento estava jogando muito para fora da linha de partida, o que favorecia os erros, conforme aconteceu com vários velejadores. Eu exagerei, fui agressivo demais, e acabei desclassificado”. Uma posição atrás de Robert Scheidt está Bruno Fontes, que também não teve um bom dia, terminando em 34ª a prova.

Nesta segunda-feira (15), estreiam as classes Nacra 17, 49er e 49er FX.

Foto: Jesus Renedo

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.

 

Schaefer 660