Piloto de motosurf enfrenta as ondas de Puerto Escondido, no México

0
436

A última etapa da competição do Mundial dê Motosurf Freeride, que aconteceu em Puerto Escondido, México, no último fim de semana, não foi nada fácil para o atleta Bruno Jacob, mas, mesmo com as dificuldades, o brasileiro conseguiu representar o país da melhor maneira possível e conquistou o pódio no campeonato, terminando a competição em 4• lugar. 

Bruno passou por poucas e boas neste fim de semana. O jet ski do atleta quebrou no primeiro dia por causa das fortes e altas ondas da praia de Puerto Escondido. “Foi um momento difícil, machuquei meu ombro e minha perna. O jet não teve conserto, precisei pegar um emprestado para continuar no campeonato e, tudo ficou mais complicado por causa disso”, destaca Jacob.

Com o jet ski emprestado e as grandes ondas do México, o atleta baiano mostrou seu profissionalismo conquistando o 4• lugar na competição do Mundial de Motosurf Freeride, independente de qual jet estava pilotando e de qual mar, enfrentando. 

“Estou muito feliz com a minha colocação. Sou o único brasileiro neste campeonato e, depois de todas as dificuldades, ainda consegui conquistar um lugar entre os melhores. É uma vitória importante”, comenta o atleta.

Após três etapas válidas pelo Mundial de Motosurf Freeride 2019, o piloto Bruno Jacob encerra o Tour entre os cinco melhores, reforçando sua representatividade e força no esporte.

Receba notícias de NÁUTICA no WhatsApp. Inscreva-se!

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A nova edição já está disponível nas bancas, no nosso app e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones

Para compartilhar esse conteúdo, por favor use o link da reportagem ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos e vídeos de NÁUTICA estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem nossa autorização (redacao@nautica.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que NÁUTICA faz na qualidade de seu jornalismo.