Mergulhadores desbravam cavernas submersas pouco exploradas da Bahia

0
471

No último domingo (21), dois mergulhadores realizaram um feito pouco conhecido nas cavernas submersas da região Oeste da Bahia. O comandante do Corpo de Bombeiros de Barreiras, Tenente-Coronel Lusquinhos, e o Dr. Lászlo Mocsári, médico anestesista, especialista em medicina hiperbárica e mergulho com circuito fechado, percorreram cerca de 1,5 km embaixo d’ água.

O mergulho aconteceu em um local conhecido como Caverna do Surubim no município de São Desidério e durou aproximadamente quatro horas. Toda a operação foi registrada em vídeo e acompanhada pelo Núcleo de Mergulho do 17º Grupamento de Bombeiros Militar.

Durante a expedição, o tenente-coronel e o médico desenvolveram técnicas de mergulho em caverna e utilizaram um equipamento de rebreather. O aparelho permite que o gás exalado no momento da operação seja reciclado, favorecendo a sua reutilização.

LEIA TAMBÉM
>>Estaleiro paulista inicia produção de iate de 100 pés assinado por designer italiano
>>Ventura Marine realiza mega promoção imperdível de aniversário
>>Estaleiro gaúcho participará pela primeira vez do São Paulo Boat Show

Em um trecho do percurso, por conta de uma restrição de espaço, os dois precisaram retirar os equipamentos do corpo e utilizar a mesma técnica empregada no regate de doze meninos em uma caverna da Tailândia. A informação é de que o trajeto só foi percorrido antes por outros dois mergulhadores, Cristofer Martins e Rodrigo Severo. Ambos fizeram o trabalho de descobrimento e cabeamento da rota.

Para o tenente-coronel, o conhecimento da nova técnica facilitará a atuação da corporação em operações de resgates aquáticos. Segundo ele, o objetivo é usar a tecnologia como aliada para o bom desempenho nos mergulhos.

Receba notícias de NÁUTICA no WhatsApp. Inscreva-se!

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A nova edição já está disponível nas bancas, no nosso app e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones

 

Para compartilhar esse conteúdo, por favor use o link da reportagem ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos e vídeos de NÁUTICA estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem nossa autorização (redacao@nautica.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que NÁUTICA faz na qualidade de seu jornalismo.