Medal Race

0
968

Ausente na maior parte da semana, o vento tem sido o grande protagonista da etapa de Miami da Copa do Mundo de Vela. A chuva até levou à raia de Biscayne Bay rajadas que chegaram a 12 nós de intensidade, na quinta-feira (30), provocando reviravoltas na classificação. Robert Scheidt foi 3º e 10º nas duas regatas do dia, passando para a quinta posição geral, com 18 pontos perdidos, enquanto o croata Tonci Stipanovic assumiu a liderança, com 6. Mas, nesta sexta, a brisa fraca de 4 nós voltou a cancelar as corridas previstas. Com isso, os velejadores da Laser seguem para a medal race, neste sábado (1º/2), mantendo suas colocações, após somente cinco das dez provas completadas.

“A quinta-feira não foi um bom dia para mim. Consegui um terceiro lugar na primeira regata, mas não fui bem na segunda. Estava focado em velejar melhor nas três regatas programadas para hoje (sexta-feira), independente das condições, para chegar à medal race com uma boa vantagem, mas o vento realmente não ajudou”, explicou Robert Scheidt, maior atleta olímpico brasileiro, com cinco medalhas (2 ouros, 2 pratas e 1 bronze).

Os velejadores aguardaram a entrada do vento até 16h30 (19h30 no Brasil) desta sexta, quando a Comissão de Regatas anunciou o cancelamento das provas, repetindo a situação de quarta-feira, quando também não houve realização de regatas. “A pressão sem dúvida será maior agora, já que todos os velejadores estão próximos uns dos outros na classificação”, destacou Scheidt, que conta com os patrocínios do Banco do Brasil, Rolex e Deloitte, além dos apoios do COB e da CBVela.

Dono de 14 títulos mundiais (11 na Laser e 3 na Star), o brasileiro busca amanhã sua segunda vitória na etapa de Miami da Copa do Mundo, na classe Laser. A primeira foi em 1995. A medal race, que vale pontos dobrados, está programada para as 14 horas (17 horas no Brasil) deste sábado (1º/2).

Classificação após cinco regatas e um descarte

1. Tonci Stipanovic (CRO) – 6 pontos perdidos (2+[5]+1+1+2)
2.Tom Burton (AUS) – 9 pp (1+1+[26]+4+3)
3. Pavlos Kontides (CYP) – 13 pp ([26]+1+4+7+1)
4. Nick Thompson (GBR) – 15 pp (2+6+6+1+[9])
5. Robert Scheidt (BRA) – 18 pp ([10]+4+1+3+10)
6. Giovanni Coccoluto (ITA) – 20 pp (5+10+3+[46]+2)
7. Charlie Buckingham (USA) – 25 pp ([46]+3+9+3+10)
8. Elliot Hanson (GBR) – 27 pp (7+[20]+8+8+4)
9. Bruno Fontes (BRA) – 27 pp ([9]+5+7+7+8)
10. Filip Jurisic (CRO) – 28 pp ([33]+6+5+12+5)

Foto: Walter Cooper/US Sailing