Marinha do Bahrein compra ex-navio-patrulha da marinha britânica

0
414

Siga nosso TWITTER e veja a série Dicas Náuticas diariamente.

De acordo com um tweet divulgado pela conta Navy Lookout, no dia 8 de agosto, o ex-navio de patrulha offshore HMS Clyde da classe “River” da Marinha Britânica foi vendido pela BAE Systems Maritime ao Bahrein.

Agora renomeado BNS Al-Zubarah, foi entregue à Marinha do Bahrein em uma cerimônia em Portsmouth em 7 de agosto de 2020.

Em fevereiro de 2005, o Ministério da Defesa fez um pedido à VT para o aluguel de um quarto navio de patrulha offshore da classe “River” modificado. Este quarto navio, o Clyde, foi construído no estaleiro de Portsmouth e substituiu os dois navios de patrulha da classe “Castle” para tarefas em torno do Atlântico Sul e das Ilhas Malvinas.

Leia também

» Coreia do Sul planeja construir submarino nuclear de 4 mil toneladas

» A verdade sobre o fim do Pilar Rossi: o que levou Nelson Piquet a desmanchar seu iate

» Abrigo flutuante para gatos é uma das atrações de Amsterdã, na Holanda. Conheça

O HMS Clyde foi lançado em 14 de junho de 2006 na Base Naval de Portsmouth pelos estaleiros do Grupo VT em Portsmouth, Inglaterra.

O HMS Clyde tem casco com comprimento de 81,5 m, velocidade máxima de 21 nós (39 km/h), um canhão de 30 mm, duas miniguns e suportes para cinco metralhadoras de uso geral. O casco alongado do Clyde permitiu um convoo reforçado de 20 metros, capaz de acomodar um helicóptero do tamanho do Merlin.

O navio tem deslocamento de carga total entre 1 850 e 2 mil toneladas. Ele é movido por dois motores Ruston 12RK 270 desenvolvendo 4 125 kW (5 532 hp) a 1 000 rpm.

O HMS Clyde depois de desativado chegou a ser oferecido à Marinha do Brasil, que declinou a oferta.

Gostou desse artigo? Clique aqui para receber o nosso serviço de envio de notícias por WhatsApp e leia mais conteúdos.

Teste Ventura V195 Crossover – 19/03/2020