#Minha Evolve: para o paulista Marcelo Rodrigues, sua 360 HT é como uma casinha de praia

0
486

O paulista Marcelo Rodrigues, de 42 anos, navega desde os 18 anos. “Sempre curti muito o mar”, diz. Nesses 24 anos, já teve muitas lanchas, a começar por uma antiga Oceanic 26, com motor KAD 42. “Sempre preferi motores diesel, pela segurança”, explica. Foi essa experiência em navegação que lhe deu a certeza de estar fazendo bom negócio ao adquirir a Evolve 360 HT, batizada de Orion Alpha, com a qual navega regularmente na região entre o Guarujá e o litoral norte de São Paulo, com pernoites a bordo, ao lado da esposa, Andreia Fonseca. “Nos passeios, curtimos bastante as praias de Iporanga e Enseada, no Guarujá. E gostamos muito de almoçar no restaurante Dalmo, no Canal de Bertioga, porque fazem entregas a bordo”, afirma.

São apenas oito meses como comandante desta 36 pés com teto solar (o chamado hard-top), tempo suficiente para afirmar que a lancha correspondeu plenamente ao esperado. “A Evolve 360 HT é a nossa casa de praia. Tem uma boa cabine, com ótimo pé-direito, inclusive no banheiro, e a distribuição dos espaços é perfeita. Sem contar que o acesso à proa é feito pela lateral, muito mais fácil e seguro”. Mas, se agrada tanto na cabine como no cockpit por oferecer o conforto de uma casa, como será a Evolve 360 HT navegando? “Ah, é um casco muito estável e seguro. Além disso, é ágil nas manobras e desempenha muito bem com os dois motores Mercury diesel de 270 hp cada”, garante.

Receba notícias de NÁUTICA no WhatsApp. Inscreva-se!

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A nova edição já está disponível nas bancas, no nosso app e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones

Para compartilhar esse conteúdo, por favor use o link da reportagem ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos e vídeos de NÁUTICA estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem nossa autorização (redacao@nautica.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que NÁUTICA faz na qualidade de seu jornalismo.