Luva Kers Clay Bar tira pequenas manchas e deixa a superfície da embarcação bem lisa

0
39869

Muitos produtos desenvolvidos para automóveis também podem ser usados em barcos. É claro que os carros não ficam em contato constante com a água e com o sal, como os barcos, mas os raios do sol têm ação tanto na água como em terra. Além disso, alguns carros têm fibra e plástico na composição da carroceria. Daí ser relativamente comum o uso de produtos automotivos no casco de lanchas e veleiros.

Um desses itens é a luva polidora Clay Bar, da Kers, empresa especializada em material para polimento automotivo. Encontrada nas casas especializadas em material automotivo a um preço que varia entre R$ 80 e R$ 100, essa luva tem um lado de borracha preta (lado polidor) com pequenos vincos e outro bem macio, composto de microfibra. Para avaliá-la, lavamos o convés branco de um barco de fibra de vidro com poucos meses de uso, mas com pequenas manchas junto à borda, o que é comum.

Usamos a luva Clay Bar com xampu náutico na superfície testada, fazendo movimentos circulares com um pouco de força. Grande parte das manchas saiu, mas não todas. Assim, as manchas mais resistentes tiveram de ser extraídas com o uso de uma cera polidora, junto com um xampu náutico, um processo mais demorado. Mas gostamos de como a superfície do convés do barco de fibra ficou lisa, tirando a rugosidade do gelcoat. Para veleiros de competição, com casco de fibra, o fundo do casco bem liso é uma vantagem nas competições.

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A edição deste mês já está disponível nas bancas, no nosso app
e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones