Maior livraria flutuante do mundo chega a Belém, no Pará

0
710
Foto: Divulgação

Belém é uma das cinco cidades brasileiras que receberão a maior livraria flutuante do mundo, o Logos Hope. Das 14h desta quarta-feira (13) até o dia 27 de novembro, a maior livraria flutuante do mundo estará ancorada na escadinha da Estação das Docas, oferecendo milhares de obras literárias em português, inglês e espanhol para o público paraense. A visitação funciona de terça a sábado, das 10h30 às 21h, e, aos domingos, das 14h às 21h. A entrada custa cinco reais com gratuidade para menores de 12 anos e maiores de 60 anos de idade.

Esta é a primeira vez que o Logos Hope visita o Brasil. Antes de vir para Belém, o Navio passou pelo Rio de Janeiro (RJ), Santos (SP), Vitória (ES) e Salvador (BA). Após a temporada brasileira, a embarcação seguirá para o Caribe, de onde rumará para a Europa.

A livraria funciona no quarto piso da embarcação, onde há também uma cafeteria. Ao todo, a tripulação é formada por 400 pessoas de 60 países, que ficam embarcadas por cerca de dois anos.

A coordenadora de Projetos do Logos Hope, Raquel Menezes, explica que nos demais andares há uma escola para filhos dos tripulantes voluntários, além de escritórios, cabines, cozinha e uma clínica médica. “É uma verdadeira cidade aqui dentro”, observa Raquel Menezes.

O navio pertence à organização internacional cristã Good Books for All Ships (GBA Ships), sediada na Alemanha, que já teve outros três navios livrarias com os quais começou a navegar na década de 1970. Os quatro barcos do ministério flutuante atracaram em vários portos de 150 países e territórios, totalizando mais de 47 milhões de visitantes a bordo ao redor do mundo.

Atualmente, apenas o Logos Hope percorre o mundo oferecendo aos visitantes cinco mil títulos, no total de 800 mil livros, divididos entre literatura infantil, culinária, ciência, hobbies, autoajuda, liderança, dicionários, literatura cristã, entre outros segmentos literários. Para adquirir um livro, a pessoa pode pagar em dinheiro, no caso do Brasil em reais, ou em cartão de crédito com bandeira internacional Visa ou Mastercard.

De acordo com informação da GBA Ships, ninguém no Logos Hope recebe salário, independentemente da posição que ocupar a bordo. Cada membro da tripulação levantou patrocínio para cobrir os custos de seu período de dois anos de serviço.

Receba notícias de NÁUTICA no WhatsApp. Inscreva-se!

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A nova edição já está disponível nas bancas, no nosso app e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones

Para compartilhar esse conteúdo, por favor use o link da reportagem ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos e vídeos de NÁUTICA estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem nossa autorização (redacao@nautica.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que NÁUTICA faz na qualidade de seu jornalismo.