Bicampeão mundial da F3000 Powerboat tem participação confirmada na temporada 2020

0
909

O piloto brasileiro da F3000 Powerboat, Lebos Chaguri, teve participação confirmada na equipe Fernandez Racing, de Robert Mitchel, para a temporada 2020. A confirmação aconteceu após o piloto ter título anunciado, em dezembro de 2019.

Chaguri estreou no campeonato mundial da F3000 Powerboat em 2015, quando recebeu o título de Rookie of The Year. Em 2017, voltou a participar da F3000 Powerboat, mas foi no maior campeonato mundial de Endurance que conquistou medalha de prata na categoria OB 3000. Já em 2018, conquistou o campeonato mundial da F3000 Powerboat e, em 2019, conquistou novamente o mundial se tornando bicampeão mundial da F3000 Powerboat.

LEIA TAMBÉM

Na F3000 Powerboat, a velocidade do barco vai de 0 a 100 km/h em três segundos, e de 0 a 200 km/h em 4,5 segundos. A força G (força de gravidade) vai a 7G nas curvas. Os motores e barcos são os mesmos da Fórmula 1, com a diferença que no motor, ao invés da injeção, é carburado, o que torna o acerto mais difícil.

A rabeta usada é a sportmaster com hélice maior e passo a direita, dificultando as curvas e dirigibilidade, ao contrário das usadas na Fórmula 1, que são mais finas, com hélices menores e passo a esquerda, o que torna as manobras mais fáceis. O peso do barco com motor chega a 330kg e o motor dois tempos que pode ficar até 3000 cc chega a 400 hp. A preparação é livre.

Receba notícias de NÁUTICA no WhatsApp. Inscreva-se!

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A nova edição já está disponível nas bancas, no nosso app e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones

Para compartilhar esse conteúdo, por favor use o link da reportagem ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos e vídeos de NÁUTICA estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem nossa autorização (redacao@nautica.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que NÁUTICA faz na qualidade de seu jornalismo.

Schaefer770