Jet elétrico lançado no Canadá conta com autonomia de até duas horas

0
882

A startup de Montreal Taiga Motors lançou um jet elétrico, chamado Orca, com autonomia de até duas horas com carga total. De acordo com o fabricante, Orca tem uma velocidade máxima de 100 km/h e tem 134kW de potência (cerca de 180 cavalos). A bateria de 23kWh pode ser carregada em tomadas padrão ou de nível 2 (240V), ou mais rapidamente com um carregador rápido DC (de 0 a 80% em 20 minutos).

A Taiga Motors afirma que se esforçou ao máximo para construir uma bateria que não só pode navegar a 100 km/h em águas abertas, mas que não perde sua capacidade geral quando guardada no inverno. Também não exigirá que os proprietários sofram com o demorado processo de “invernização”, pois há menos peças móveis. Todas as Orcas terão uma garantia de cinco anos e 20 mil quilômetros (aproximadamente 12 427 milhas).

O Orca possui display digital à prova d’água entre o guidão, onde os pilotos podem explorar o que parece ser um pouco de tecnologia, como mapas GPS, rádios LTE, Wi-Fi e Bluetooth, informações de sensores de temperatura da água incorporados e feeds a bordo câmeras e uma unidade de sonar. E não seria uma máquina de mobilidade moderna sem um aplicativo complementar para smartphone e a capacidade de aceitar atualizações sem fio, ambas as quais a Taiga Motors promete acompanhar o Orca.

Porém, nada disso sai barato, já que a Taiga Motors está mirando US $ 24 000 para o Orca quando entrar em produção em 2020. Seguindo passos de startups automotivas como Tesla e NIO, a Taiga Motors também venderá uma Orca de “edição de fundadores” mais cara por US $ 28 000, que apresenta “elementos de design exclusivos e pacotes de alto desempenho” não especificados.

LEIA TAMBÉM
>>Segredo revelado: vazam fotos da nova FS 290 Concept com motor de popa
>>12 cuidados a serem tomados antes e depois de partir para uma noite no mar
>>Navio movido pela força dos ventos faz sua primeira viagem pelo mundo

Parte desse preço vem do fato de o corpo do Orca ser fabricado completamente em fibra de carbono. Mesmo assim, o modelo pesa 580 libras – quase metade (275 libras) vem apenas da bateria. Aqueles que comprarem uma Orca poderão personalizar praticamente tudo sobre sua aparência, desde as cores da embarcação até o acabamento, a sombra e a textura do tapete do convés.

A Taiga Motors construirá apenas 400 Orcas padrão e, incluindo a edição dos fundadores, apenas 500 serão produzidas no total. A startup já está planejando embarcações elétricas de última geração que custam menos de US $ 14 000, e afirma que está desenvolvendo motores elétricos internos e externos.

“Este é o primeiro passo na missão da Taiga para acelerar a adoção em massa de alternativas elétricas no mercado. Os proprietários de um Orca terão orgulho de ocupar seu lugar na história por terem liderado a transição para melhores esportes aquáticos”, declarou a empresa em comunicado.

Receba notícias de NÁUTICA no WhatsApp. Inscreva-se!

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A nova edição já está disponível nas bancas, no nosso app e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones

Para compartilhar esse conteúdo, por favor use o link da reportagem ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos e vídeos de NÁUTICA estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem nossa autorização (redacao@nautica.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que NÁUTICA faz na qualidade de seu jornalismo.

Schaefer770