Ilhabela recebe mutirão de limpeza dos mares

0
329

Como parte da extensa programação divulgada pela Prefeitura de Ilhabela, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, da Semana do Meio Ambiente 2019, o arquipélago também recebeu o Ocean Cleanup Day (Mutirão de Limpeza dos Mares), em diversas praias, recentemente.

A ação, que contou com a participação de diversas empresas de mergulho de Ilhabela e São Sebastião (SP), além de instituições ambientais, como o Instituto Argonautas, a Operação Praia Limpa e Sea Shepherd Conservation Society, recolheu 310kg de lixo das praias ilhéus.

A iniciativa, sugerida por um munícipe e apoiada pela Prefeitura, foi realizada no Dia Mundial dos Oceanos, e também reuniu pescadores das duas cidades e voluntários.

As empresas de mergulho (Colonial Diver, Alpha Mergulho, Oceano Sub, Narwhal, Ilha Diver, Mar e Vida, Mako e Máfia do Mergulho) se uniram em prol de um único objetivo, coordenadas por um representante da Professional Association of Diving Instructors (Padi), organização de treinamento de mergulho que regulamenta a funcionalidade das empresas.

“Essa é mais uma das ações em que podemos ver que a Prefeitura pode e consegue trabalhar em parceria com a sociedade civil organizada”, destacou Mariana Ferraz, da Secretaria de Meio Ambiente.

LEIA TAMBÉM
>>Barco Pajero confirma participação na Semana Internacional de Vela de Ilhabela
>>Nova opção de luxo do Airbnb permite alugar até ilhas
>>Yamaha estará no São Paulo Boat Show 2019

De acordo com a pasta responsável, as operadoras de mergulho conseguiram mobilizar clientes para realizar da ação e com isso, fomentaram o turismo ambiental na baixa temporada, já que a atividade promoveu a limpeza das praias, entre elas: Vila, Julião, Grande, Arrozal, Ilha das Cabras, Portinho, Curral, Feiticeira e Caveira.

Ao final das ações, o Perequê foi palco para uma confraternização entre os participantes, na qual a secretária de Meio Ambiente, Maria Salete Magalhães esteve presente.

“O evento foi extremamente importante, pois o lixo prejudica muito os animais marinhos. Infelizmente eles não sabem diferenciar lixo de comida e se alimentam de tudo que encontram e, quando eles comem esses resíduos, acabam morrendo asfixiados ou morrem de fome pois ficam impossibilitados de se alimentar”, finalizou Mariana.

Foram encontrados, além de grande material plástico, pneus, itens de pesca, vidros e outros.

Receba notícias de NÁUTICA no WhatsApp. Inscreva-se!

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A edição deste mês já está disponível nas bancas, no nosso app
e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones