Ilha chinesa passa por restauração para se tornar um dos principais destinos turísticos do país

0
437

Siga o nosso TWITTER e veja a série Dicas Náuticas diariamente.

Um novo destino turístico na ilha ao largo da costa sudeste da China deve começar a operar em 2022 e incluirá uma marina como parte desse desenvolvimento multimilionário. Localizado na ilha de Zhuhai Sanjiao, o conceito e o planejamento para o novo destino foi realizado pela NDA, grupo de design, marketing e segurança cibernética com sede na França, mas com operação global.

A ilha de 87 km², localizada no arquipélago de Wanshan, no centro da Grande Baía de Guangdong, Hong Kong e Macau, fica a apenas 8,5 milhas náuticas (cerca de 15 km) de Hong Kong e Macau e a pouco mais de 20 milhas náuticas (cerca de 37 km) de Shenzhen. O litoral da ilha foi bastante usado durante as décadas de 1980 e 1990 para operações de pedreiras, mas agora está em processo de restauração e conversão no primeiro destino de serviço público e turismo da China.

O novo empreendimento terá cerca de 3 300 m de costa passando por uma restauração ecológica e incluirá novos aterros e uma floresta de mangue plantada. No ano passado, foram limpos cerca de 800 m de costa e o plano diretor da NDA para a ilha sugere que até oito parques temáticos possam ser incluídos no projeto geral.

LEIA TAMBÉM
>>Consumidores buscam alternativas de lazer seguras durante a pandemia, avalia Azimut
>>Azimut utilizará novo sistema de purificação de ar patenteado pela NASA a bordo
>>Marco Valle é nomeado novo CEO do grupo italiano Azimut-Benetti

No centro do empreendimento haverá uma marina, cujo tamanho ainda não foi divulgado, para acomodar iates, embarcações de recreio e turismo e embarcações de serviço. O projeto de turismo se concentrará em exposições de tecnologia agrícola marinha; restauração de campos, florestas e praias; coleta e reciclagem de águas pluviais; e dessalinização da água do mar. O trabalho foi retomado em março e deve ser concluído em 2022.

O contratado para o local é o Zhuhai Jiuzhou Holdings Blue Marine Tourism Development, uma subsidiária do Zhuhai Jiuzhou Holdings Group, que garantiu uma concessão para o projeto em 2017. Em 2018, o último grupo concedeu um empréstimo de 446 milhões de yuans (US $ 70 milhões) da China Agricultural Banco de Desenvolvimento da China, Zhuhai Branch para financiar a restauração da ilha.

A NDA é especializada em projetos de beira-mar, marina, montanhas e esqui, turismo, esportes e bem-estar. Atua na China há mais de 20 anos e participou de vários projetos importantes de marina na China.

Gostou desse artigo? Clique aqui para assinar o nosso serviço de envio de notícias por WhatsApp e receba mais conteúdos.

Sea-Doo