Conheça o maior iate já construído na Turquia: Tatiana, de 80 metros

0
682

Com o nome Tatiana estampado no casco de aço-alumínio, o Bilgim 263-1 foi para a água pela primeira vez dia 21 de fevereiro de 2020, em Istambul, na condição de maior iate já construído na Turquia, empatado com o Elements, do estaleiro Yachtley, ambos com 80 metros de comprimento. O projeto tem a assinatura do estaleiro Bilgin Yachts, que levou cinco anos para concluí-lo. O design exterior e a arquitetura naval foram criados pelo Unique Yacht Design, com sede em Antalya, na Turquia, enquanto o interior vem do H2 Yacht Design, de Londres.

Pelas imagens divulgadas pelo estaleiro, o que mais chama atenção é o bonito formato da proa. Afilado, mais parece o casco de um navio de guerra do que de um iate de lazer. O objetivo é cortar melhor as ondas. Apesar de seu tamanho fabuloso, a expectativa é que atinja 20 nós de velocidade máxima, equipado com apenas dois motores MTU 16V 4000 M73, de 2560 hp cada.

Na velocidade de cruzeiro econômico (estimada em 12 nós) a autonomia será de 5 000 milhas, com os tanques de 155 mil litros de combustível. O consumo será de 250 l/h. O detalhe é que, construído em conformidade com a certificação IMO Nível III, o iate turco é considerado o mais ecológico de sua classe até o momento.

Para a acomodação de 16 pessoas, o Tatiana conta com oito cabines, sendo uma suíte master, três suítes VIPs e quatro cabines duplas. Por sua vez, os alojamentos da tripulação são dimensionados para até 24 pessoas.

Por que 263-1? Porque, sim, haverá um 263-2 (que vai para as águas ainda em 2020) e até um 263-3 — este, com entrega programada para 2021. Para 2023, o estaleiro promete um megaiate de 85 metros.

Receba notícias de NÁUTICA no WhatsApp. Inscreva-se!

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A nova edição já está disponível nas bancas, no nosso app e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones

Para compartilhar esse conteúdo, por favor use o link da reportagem ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos e vídeos de NÁUTICA estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem nossa autorização (redacao@nautica.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que NÁUTICA faz na qualidade de seu jornalismo.