Hobie Cat

0
1104

Com campanha de recuperação, Marcos Ferrari e Caroline Sylvestre foram os melhores brasileiros no Mundial de Hobie Cat 16, que terminou neste sábado (15), em Jervis Bay, ao norte de Sydney, Austrália. A dupla virou o jogo após um início difícil e subiu impressionantes 44 posições a partir da fase semifinal. A parceria foi 25ª, 23ª e 17ª nas três últimas regatas em Jervis Bay e concluiu o Mundial com o 26º lugar. O pódio foi formado pelos australianos Gavin Colbi/Josie Marks (ouro), Cam Owen/Suzzi Ghent (prata) e pelos franceses Jerome Le Gal/Marcos Iazzetta (bronze).

O Mundial de Hobie Cat 16 foi o mais disputado da história da competição, com a participação de 388 duplas de 27 países distribuídos entre os seis continentes. Entre eles estavam os campeões mundiais: Gavin Colby (2002) e Mick Butler (2007), ambos da Austrália, e o francês Jerome Le Gal (2010). Alguns dos velejadores mais experientes se enfrentaram nas categorias Master e Gran-Master, classificatórias para a fase semifinal. Foi o caso de Marcos Ferrari e Caroline Sylvestre, que terminaram em 11º na categoria Master, classificando-se entre as 155 duplas que passaram à fase seguinte. Apenas as 56 melhores equipes seguiram até a fase decisiva do Mundial, com oito regatas entre esta sexta e sábado.

“Superar cerca de 50 velejadores entre os melhores do mundo foi incrível. É um resultado que nos deixa muito satisfeitos”, destacou Marcos Ferrari, lembrando que ele e Caroline saíram do 70º lugar no primeiro dia da fase semifinal para o 38º, subindo em seguida para o 29º no início da fase final. Depois de conseguir um sexto lugar numa das regatas de sexta-feira, melhor resultado da dupla na competição, em confronto direto com alguns dos primeiros colocados, a dupla brasileira enfrentou mais um dia desgastante neste sábado (15) devido à ausência do vento. A largada da primeira regata chegou a ser adiada duas vezes. O vento mais consistente apareceu apenas na terceira perna, com intensidade de 12 nós (20 km/h), mas voltou a diminuir, atrasando também as outras duas provas.

Foto: Divulgação