Hidrofólio

0
7508

Indicado para lanchas que possuem problemas na distribuição de peso na fabricação, os hidrofólios prometem melhorar e muito a navegação. De fácil instalação e preço assessível, o resultado do teste foi bom! Assista em detalhes aqui na TV Náutica.

Hidrofólio nada mais é que uma peça de plástico reforçado em forma de asa, fixada à placa antiventilação do motor de popa ou de centro-rabeta. Dependendo da lancha, porém, pode ser de grande utilidade, melhorando o desempenho em velocidades intermediárias. Em alguns barcos, este recurso possibilita, ainda, chegar mais rapidamente ao regime de planeio, além de diminuir o caturro (“cavalgada”).

E como ele funciona? O hidrofólio faz descer a proa do barco em velocidades baixas e médias, próximas às obtidas no regime de planeio. Saber quando um barco a motor precisa de hidroófilio é fácil: basta acelerar o motor ao máximo e observar se a embarcação demora muito para baixar a proa e chegar no regime de planeio.

Esse comportamento é particularmente notório em lanchas menores que 20 pés e infláveis abaixo dos 5 m. Nesses barcos, geralmente, há uma grande concentração de peso na popa (composto pelo motor, piloto, bateria e, às vezes, pelo tanque de combustível), o que dificulta ganhar e velocidade e, em casos extremos, compromete a segurança, pois o piloto perde a visibilidade da proa durante alguns segundos preciosos, o que pode provocar até um acidente.

O hidrofólio que testamos é da marca americana StingRay. O produto está disponível, normalmente, em dois tamanhos, para ser instalado em embarcações impulsionadas por motores de popa de até 40 hp ou com potência superior a essa – como é o caso da versão escolhida para esse teste. Essa “asa de plástico” é comercializada em muitas lojas náuticas brasileiroas, a preços, geralmente, menores que R$ 450.

Para avaliar tecnicamente a eficiência do hidrofólio, usamos uma pequena lancha de console central de 18,5 pés, com um motor de popa Mercury Optimax de 90 hp. O trabalho de instalação foi muito fácil de ser executado, exigiu poucas ferramentas e furadeira e instalamos no próprio dia do teste. Você confere tudo isso e muito mais no vídeo abaixo. Assista!

Inscreva-se no canal da TV NÁUTICA no youtube para não perder nenhum novo vídeo!

Assine a revista NÁUTICA: www.shoppingnautica.com.br